Comunidades pacificadas do Rio terão eventos públicos de carnaval

Pelo menos 17 comunidades pacificadas vão ter blocos de carnaval, matinês de rua e atividades nas quadras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/02/2013 15:09

Rio de Janeiro – A partir de sexta-feira (8/2), pelo menos 17 comunidades pacificadas do Rio vão apresentar opções de diversão para os foliões do carnaval, incluindo blocos, matinês de rua e atividades nas quadras dos locais. Este é o primeiro ano de carnaval em comunidades pacificadas, com o apoio e presença da polícia. A programação contará com bailes infantis e blocos irreverentes, que circularão em ruas e vielas dos morros e do entorno.


Na Cidade de Deus, a segunda comunidade a ser pacificada na cidade (a primeira foi a do Morro Dona Marta, em Botafogo), haverá baile infantil na praça central, entre sábado e terça-feira de carnaval. Segundo o organizador da matinê, Francisco da Silva, eventos assim não poderiam acontecer por causa da presença ostensiva de traficantes.

Leia mais notícias sobre Carnaval 2013


“Antes da pacificação, não tinha evento para crianças e jovens, porque o tráfico fazia os bailes para vender drogas e ostentar o poder da violência. Mas hoje é diferente. Cheguei de Madureira há pouco [na zona norte] comprei enfeites e artigos em geral com o dinheiro dos moradores para a festa. Este ano, vamos enfeitar, tocar música e colocar muita diversão para as crianças, sem violência e drogas”, comemorou Silva.

De acordo com a assessoria de comunicação da Coordenadoria das Unidades de Polícia Pacificadoras, não haverá aumento de efetivo nas comunidades que terão bailes e blocos de carnaval. A Secretaria de Segurança Pública concedeu apenas autorização para a realização dos eventos. Os policiais lotados nas UPPs trabalharão em esquema de plantão e vão acompanhar a movimentação.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.