Bloco das Carmelitas pede a volta do Bondinho de Santa Teresa

O bondinho teve a circulação suspensa desde o acidente de agosto de 2011, que deixou seis mortos e 50 feridos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/02/2013 18:05

Rio de Janeiro – Cerca de 30 blocos vão desfilar nesta sexta-feira (8/2) nas ruas do Rio de Janeiro. Mas a festa já começou em meados de janeiro, com ensaios e desfiles por toda a cidade. A programação oficial começou no dia 12 de janeiro e só termina no domingo depois da festa do Momo, dia 17 de fevereiro.


Um dos mais tradicionais da cidade, o Bloco das Carmelitas, fundado em 1990, começou a desfilar e vai até 19h pelas ladeiras de Santa Teresa, no centro. O samba deste ano pede a volta do bondinho às ruas do bairro. O bondinho teve a circulação suspensa desde o acidente de agosto de 2011, que deixou seis mortos e 50 feridos.

“Lá vem o Bloco das Carmelitas/ que nos trilhos vai passar/ Com o seu grito dizendo o que é preciso/ Para fazer o nosso bondinho voltar/ Venha se aproximar, unindo força à fé/ E não iremos nunca mais subir a pé”, diz a letra do samba composto por Marcelo, Pena, PC, Marcelinho e Bombinha. O público estimado no Bloco das Carmelitas chega a 10 mil pessoas. O bloco volta a desfilar na manhã de terça-feira.

Desfilam também hoje os blocos dos Aposentados, que vai pela Avenida Rio Branco até a Cinelândia; Vestiu Uma Camisinha Listrada e Saiu Por Aí, das 19h às 21h30, na Rua Araújo Porto Alegre; e Boêmios da Lapa, entre 20h e 23h, saindo do Circo Voador em direção à Travessa do Mosqueiro, pela Avenida Mem de Sá.

Leia mais notícias sobre o Carnaval 2013

Na zona sul, o destaque é o Senta Que Eu Empurro, das 20h às 23h na Rua Artur Bernardes, no Catete; e o Vem Ni Mim Que Eu Tô Facinha, no Largo do Millor em Ipanema, das 20h às 23h, com público estimado de 20 mil pessoas. Na zona norte, as crianças podem curtir o Eu Sou Eu, Jacaré É Bicho D'água, na Rua Torres Homem, na Tijuca, a partir das 19h.

A Secretaria Especial da Ordem Pública mobilizou 1.405 agentes para atuar no fim de semana no Sambódromo e nos blocos de rua. Eles atuarão para impedir que as pessoas urinem nas vias públicas e estacionem em locais irregulares, além de reprimir o comércio ambulante por vendedores não autorizados. Foram credenciados 5 mil vendedores, que trabalham com colete e isopor padronizados. Na Marquês de Sapucaí, 31 barreiras serão montadas.

Até domingo (10), 204 blocos irão desfilar, sendo 39 no centro, 31 na zona sul, 36 na zona norte, 42 na Tijuca, 31 na zona oeste, 16 na Barra da Tijuca e nove na Ilha do Governador. Calcula-se que 2,5 milhões de pessoas participaram do carnaval de rua. Desde o dia 26 de janeiro até 17 de fevereiro, mais de 7,7 mil agentes da Seop vão trabalhar nas ruas, efetivo 158% maior em comparação ao ano passado.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.