Nove escolas do Grupo de Acesso desfilam no primeiro dia de Sambódromo

Das 19 agremiações do grupo, nove desfilaram sexta-feira (8/2)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/02/2013 13:54

Rio de Janeiro - As escolas de samba do Grupo de Acesso do Rio de Janeiro começaram suas apresentações na Marquês de Sapucaí. Das 19 agremiações do grupo, nove desfilaram sexta-feira (8/2). A primeira escola a se apresentar foi a Grêmio Recreativo Unidos do Jacarezinho, que entrou na passarela do samba homenageando José Bispo Clementino dos Santos, o Jamelão, um dos maiores intérpretes de samba-enredo do carnaval do Rio. Enquanto vivo, defendeu as cores da Mangueira no Grupo Especial.


A segunda escola a se apresentar na noite de ontem foi a Porto da Pedra, escola de São Gonçalo, no Grande Rio, já com a passarela do samba com maior público.

Atento à passagem das escolas do Grupo de Acesso, o presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj), Deó Pessoa, admitiu as dificuldades enfrentadas pelas agremiações, a demora no repasse da subvenção pelo governo, mas manifestava a certeza de um carnaval muito melhor do que o apresentado em anos anteriores. Sem informar o valor do repasse, ele disse que as agremiações do Grupo de Acesso gastaram, em média, entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão.

“Nossa expectativa é a melhor possível. Acreditamos que as escolas vão fazer bonito e que a série A do Carnaval do Rio de Janeiro tenha tudo para fazer bonito e evoluir. Foi um trabalho difícil, a subvenção chegou tarde, de forma que planejar e organizar um espetáculo desta natureza torna-se algo difícil.”

Alheia aos problemas de cada escola, a menina Isadora Pacheco era só alegria. Chilena, Isadora assistia ao desfile para a primeira vez e vibrava com a passagem de cada agremiação. “É a primeira vez que eu e minha família estamos assistindo ao desfile e eu acho tudo muito lindo, bonito, animado”, comemorava a menina que em seus 12 anos apreciava sobretudo as baterias das escolas. “É legal, muito animada.”

Leia mais notícias no Especial de Carnaval

Na pista da Marquês de Sapucaí as escolas continuavam seus desfiles e os primeiros problemas começavam a surgir. A Parque Curicica, quinta escola a se apresentar já na madrugada de hoje (9), teve a lateral de um dos carros da agremiação quebrada. Isso fez com que a alegoria tivesse que ser empurrada, meio de lado, por cerca de 40 integrantes.

Desfilaram, ainda, no primeiro dia da apresentação das escolas do Grupo de Acesso a Acadêmicos de Santa Cruz, a Unidos de Vila Santa Teresa, a Estácio de Sá, Alegria da Zona Sul, que se apresentou com uma rainha de bateria grávida; a Acadêmicos da Rocinha e a Unidos do Viradouro, que veio homenageando a Salgueiro – escola tradicional do Grupo Especial do Carnaval do Rio e apontada como uma das fortes candidatos ao título deste ano.

Hoje mais dez agremiações se apresentam na busca pelo direito de retornar ao Desfile das Campeãs, no próximo sábado, e no Grupo Especial no Carnaval de 2014.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.