Atual campeã, Unidos da Tijuca defende o título com enredo sobre Alemanha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/02/2013 23:57 / atualizado em 11/02/2013 01:20

Globo/Reprodução

A atual campeã carioca, Unidos da Tijuca, foi a terceira escola do Rio de Janeiro a desfilar no Sambódromo neste domingo (10/02).

Para defender o título, a agremiação trouxe um tema sobre a rica cultura da Alemanha. A escola homenageou importantes ícones alemães como o músico Ludwig van Beethoven, o dramaturgo Bertolt Brecht e o escritor Johann Wolfgang von Goethe.

 

Globo/Reprodução

No entanto, o começo não foi nada animador para a campeã de 2012. O segundo veículo da escola teve um problema e homens do Corpo de Bombeiros tiveram que subir no carro-alegórico para prestar assistência. De acordo com informações dos bombeiros, uma das componentes que iria sair de um compartimento em forma de cogumelo desmaiou dentro do apertado recinto e teve que ser retirada para receber atendimento no Pronto Socorro da Sapucaí. Com isso, houve um pequeno atraso que ocasionou descompasso, abrindo um espaço entre o primeiro e o segundo veículos.

 

"A curva (para a entrada na avenida), o espaço, tudo é muito difícil", explicou o carnavalesco Paulo Barros.

 

No entanto, esse não foi o único revés da atual campeã. O carro abre-alas de 30 metros de comprimento teve um problema e, por alguns minutos, ficou parado na avenida. A alegoria, formada por dois carros acoplados, teve que ser cortada para que os veículos seguissem o trajeto separados.

 

A atriz Juliana Alves foi o destaque da escola, desfilando como rainha de bateria. A Unidos levou 3,8 mil componentes para a Sapucaí, em 30 alas. No total, seis carros foram para a avenida.

 

Apesar da série de problemas, Paulo Barros mostrou estar satisfeito com a performance da agremiação. "Estou com o sentimento de dever comprido", disse.

 

Escute trecho do enredo




"Desceu num raio, é trovoada! O Deus Thor pede passagem pra mostrar nessa viagem a Alemanha encantada"


Autores: Julio Alves – Totonho – Dudu – Elson Ramires

Intérpretes: Bruno Ribas

Um raio rasgando o céu
Cruzou o Borel é trovoada
Na velocidade da luz o filho de Odin
Anuncia a Alemanha encantada
Na fantasia de um mundo imortal
Seres, magia do meu Carnaval
Pela floresta surge um olhar
Mistérios que bailam no ar
Tijuca querida, razão da minha vida
Balança o povo, embala a emoção
E mexe com meu coração

Vai brilhar em cada cinema o anjo, sonhar
Em prosa e poema, se eternizar
Feito a sinfonia, legado alemão
Deixado à civilização

No mundo da imaginação, era uma vez...
O conto de fadas, no Reino Encantado
A infância mais feliz quem fez?
Eu vi a criança em sua ilusão
Erguer um castelo, brinquedo na mão
A mente humana liberta
Desperta o grande inventor
Que move o tempo e faz
Da vida um motor a girar
Brasil e Alemanha "unidos"
Bandeiras, culturas, saber

Vai trovejar, um ano para não esquecer
Deus Thor me chamou vou nessa viagem
Que felicidade é festa meu bem
Metade do meu coração é Tijuca
A outra metade Tijuca também

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Lucia
Lucia - 11 de Fevereiro às 08:28
Os problemas não tiraram o brilho da Tijuca: a escola estava linda,criativa,alegorias fantásticas. Ainda que perca pontos pelo que houve, há de ser bem classificada.Parabéns,Paulo Barros!Parabéns,Tijuca!