Bloco Noivas de Olinda desfila pela cidade histórica

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/02/2013 19:06

Augusto Freitas/DP/D.A Press
 

A esperança de algumas mulheres solteiras de encontrar o amor de suas vidas, em pleno carnaval de Olinda, começou logo cedo, nesta terça-feira (12). Reunidas em uma casa localizada na Rua da Boa Hora, no Varadouro, elas capricharam nos últimos retoques dos vestidos, maquiagens e buquês. O estandarte, embora denunciasse que tudo não passava de um brincadeira, era uma prova real de que, mesmo na folia, é possível encontrar sua cara-metade.



Tem sido assim desde 2008, quando as amigas Valnete Andrade, Geane Rats e Ivete Santana, todas funcionárias públicas, tiveram a ideia de fundar a “Troça Mista As Noivas de Olinda”. O grupo se reúne sempre às terças-feiras da Folia de Momo para descer e subir as ladeiras do centro histórico com muito frevo no pé. Véu, grinalda, vestido, buquê, tudo bem incrementado para atrair os pretendentes.

“Criamos a troça por que todos os anos aparecem muitas noivas em Olinda dispostas a encontrar o amor de suas vidas. Algumas, inclusive, já arranjaram muitos maridos brincando nas ladeiras e frevando”, conta Valnete Andrade, a Val. O combustível para aguentar o sobe e desce das ladeiras com a orquestra de frevo, obviamente, tem um nome bastante sugestivo: Xixi das Noivas, uma bebida feita à base de cachaça e ervas. “Quem toma não fica mais solteiro”, garante Val.

Com informações de Augusto Freitas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.