Especial Carreiras

Publicidade

Correio Braziliense

Credibilidade também on-line

Cursos a distância são ferramentas importantes de democratização de acesso ao ensino. Há ofertas no mercado de qualificações com a mesma qualidade e nível de complexidade das presenciais. Saiba como encontrar e avaliar


postado em 08/11/2018 05:00 / atualizado em 07/11/2018 22:10

Sandra Maria Tavares faz pós-graduação semipresencial sobre Transtorno do Espectro Autista(foto: Vinicius Cardoso Vieira/Esp. CB/D.A Press)
Sandra Maria Tavares faz pós-graduação semipresencial sobre Transtorno do Espectro Autista (foto: Vinicius Cardoso Vieira/Esp. CB/D.A Press)

Eles são opções para quem tem pouco tempo disponível, prefere se organizar com horários de estudos flexíveis ou quer aprender sem sair de casa. As especializações on-line facilitam o processo de atualização curricular, mas é preciso analisar as opções com calma antes de se matricular em um curso de Ensino a Distância (EaD).
 
Rafael Almeida, coordenador da pós-graduação lato sensu em direito da Fundação Getulio Vargas (FGV-Rio), explica que a ampliação do acesso à tecnologia democratiza o acesso à educação, fator importante. Mas é preciso levar em conta alguns aspectos antes da inscrição, como avaliar a instituição, pesquisar o tipo de software usado nela e escolher um conteúdo que seja relacionado às suas necessidades e interesses.
 
O especialista também ressalta que o peso do certificado dos cursos on-line é o mesmo dos presenciais, e eles exigem quantidade igual ou até mais tempo de estudo por conta própria. “Existe o senso comum de que se estuda menos a distância, mas não é assim. Apesar da flexibilidade, no curso on-line você tem que dispor de um tempo para se dedicar, tem tarefas e atividades programadas que deve cumprir, do mesmo jeito que presencialmente.”

No seu tempo


Sandra Maria Tavares, 50 anos, é professora da rede pública de ensino e dá aula de manhã, tem coordenação à tarde e ainda faz uma pós-graduação semipresencial. Como queria estudar mais sobre Transtorno do Espectro Autista (TEA), começou uma especialização on-line pela Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa), do Rio Grande do Norte.
 
“Eu gosto muito de trabalhar com crianças autistas. Trabalho há nove anos com elas e sempre procuro fazer cursos na área, mas, às vezes, eles são muito caros e não têm um oferecimento fácil. Eu fiquei sabendo desse pela internet, nos grupos de que participo nas redes sociais, enviei meu currículo e os documentos necessários e fui contemplada. Foi ótimo para mim, porque posso fazer no meu tempo”, relata Sandra.
 
“Eu me achava incapaz de fazer um curso on-line, porque o computador e minha geração não casam muito, mas vi que a gente pode quebrar essa barreira”, afirma. Apesar de achar que não daria conta de lidar com o ambiente virtual, a professora contou com a ajuda das filhas e foi se virando como pôde para aprender a usar as ferramentas. “Descobri as videoaulas e vi que isso era uma coisa muito legal, que não é da minha geração, mas que me familiarizei. O conhecimento está para todos e é infinito. Não existe idade para aprender algo”, diz.

Fique atento


Antes de se matricular em qualquer curso acadêmico, é importante seguir algumas dicas para verificar a qualidade da oferta. Confira:

l No caso de cursos formais, verifique se a instituição está credenciada no MEC;

l É importante identificar se a instituição tem histórico na oferta de cursos a distância — excelência na oferta de cursos presenciais é um bom indicador, mas não garante qualidade na EaD;

l Lembre-se de que a qualidade da instituição também não garante a excelência do curso em si. Muitas instituições têm bons cursos em algumas áreas e não em outras.

l Identifique claramente que tipo de apoio será disponibilizado para o aluno (tutoria, material, métodos de contato etc);

l Se possível, busque contato com pessoas que já fizeram o curso recentemente e que podem fornecer opinião sobre a experiência;

l Procure identificar, com colegas que trabalham no ramo, quais cursos têm boa aceitação ou são bem-vistos pelo mercado;

l Peça, caso não seja ofertado, acesso à plataforma do curso para que você possa conhecer o espaço de aprendizagem.


MBA mais acessível


Além dos cursos de graduação e pós-graduação, existem ofertas virtuais de MBA. A especialização on-line voltada para os campos da gestão empresarial ajuda profissionais como José Luiz Ataide. Formado em direito, ele começou, em julho deste ano, o MBA Executivo Gestão e Business Law on-line.
 
“Tem uma dinâmica interessante, com horários fluidos, que facilitam o estudo para quem tem outras atividades. As disciplinas são lançadas em pares na plataforma, com material em vídeo e escrito pelos professores e complementado por e-books”, relata.
 
“A plataforma permite também a orientação do tutor sobre os assuntos que devemos estudar e abordar nas discussões postas no grupo, com reuniões on-line explicativas sobre a metodologia, além de canais diretos, como e-mail e mensagem instantânea, com os professores para esclarecimento de dúvidas”, completa.

Publicidade