Mais de 300 funcionários da ONU estão desaparecidos na capital Porto Príncipe

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/01/2010 17:30

Brasília - Os funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) fizeram uma vigília ontem (15) em homenagem às pessoas mortas por causa do terremoto que atingiu o Haiti na última terça-feira (12). Segundo a ONU, estão desaparecidos 330 funcionários das diversas agências das Nações Unidas que trabalhavam no Haiti, entre eles o brasileiro Luiz Carlos da Costa, o segundo na hierarquia da organização no Haiti, entre 12 mil funcionários. Amanhã (17), o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, viajará para o Haiti. Segundo as Nações Unidas, mais de 50 mil pessoas morreram no terremoto, 250 mil ficaram feridas e quase 1,5 milhão estão desabrigadas.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.