Instabilidade da região pode provocar terremoto ainda maior

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/01/2010 22:03 / atualizado em 21/01/2010 08:57

Para os cientistas, não foi surpreendente o novo tremor de terras ocorrido no Haiti nesta manhã (20/1). O abalo foi o mais intenso desde o terremoto há nove dias, que chegou a 7.0 na escala Richter. Ocorrido a 45 quilômetros de distância do epicentro da tragédia no dia 12 de janeiro, o hoje chegou a intensidade de 5.9. O que impressionou especialistas foi esta magnitude para um efeito considerado secundário. "Eram esperados outros sismos. São as ondas secundárias geradas a partir do primeiro grande impacto. Mas, geralmente, esse efeito é em menor grau. O de hoje é considerado de intensidade grave", explicou o professor do Instituto de Geociências da Universidade de Brasília, Lucas Vieira.


Há ainda uma outra hipótese levantado pelos especialistas do que está ocorrendo na região do Haiti. Esta mais preocupante: A de que o tremor não tenha sido uma fato secundário. Mas, sim, um abalo precursor de um outro ainda maior que está por vir. A extensão da falha geológica, onde a área está localizada, pode provocar ainda um terremoto de magnitude entre 7.5 e 8.0 na escala Richter.

Assim que o ocorreu o terromoto de 7.0, os geofísicos já alertavam na semana passada que a terra na região continuaria de alto risco. Que outros tremores viriam. A partir do primeiro, foram gerados uma série de outros secundários. Nos últimos dias, foram 50 registrados de menor magnitude. As placas tectônicas estão se movimentando e vão continuar provocando sustos. Os especialistas explicam que não é possível ocorrer um outro forte abalo no mesmo ponto onde houve o primeiro e o desta manhã. Já que ali, as forças comprimidas na camada subterrânea já foram liberadas. O especialistas LUCAS VIEIRA explica em entrevista o que está ocorrendo na região.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.