Governo espera autorização rápida do Congresso para envio de mais tropas ao Haiti

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/01/2010 15:30

O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, disse nesta quinta-feira (21/01) que espera que o Congresso Nacional autorize rapidamente o pedido do governo brasileiro para enviar mais 1,3 mil homens à Missão de Paz no Haiti (Minustah). O Brasil coordena a Minustah com cerca de 1,3 mil homens desde 2004.


Com o terremoto da semana passada, o chanceler brasileiro acredita na necessidade de reforçar o efetivo da tropa brasileira no país caribenho. A afirmação foi feita hoje (21) no Rio de Janeiro, durante velório do vice-representante das Nações Unidas para a Minustah, o brasileiro Luiz Carlos da Costa, morto no terremoto.

“Esperamos que o Congresso nos dê essa autorização rapidamente. O presidente Sarney [presidente do Senado, José Sarney] já mobilizou o que era necessário mobilizar e também o presidente Temer [presidente da Câmara, Michel Temer]. E acreditamos que possa ser aprovado rapidamente. Naturalmente essas forças são muito necessárias agora, não só pelo número como também pelo fato de que os brasileiros já conhecem bem o terreno. É muito importante que esse auxílio chegue logo”, disse Amorim.

O chanceler informou que viajará amanhã (22) ao Haiti, onde participará de uma série de encontros. Em seguida, o ministro participará de uma conferência internacional no Canadá, no dia 25, da qual participarão representantes dos países que participam do esforço humanitário no Haiti.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.