Vítima do terremoto, arcebispo de Porto Príncipe é enterrado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/01/2010 15:22

Milhares de católicos, entre fiéis e autoridades eclesiásticas, além do presidente do Haiti, René Préval, compareceram neste sábado ao funeral do arcebispo de Porto Príncipe, monsenhor Serge Joseph Miot, que morreu no terremoto do dia 12 de janeiro. A missa, que durou duas horas e meia, foi celebrada ao ar livre, perto da catedral de Porto Príncipe, que ficou destruída depois do tremor. O corpo de monsenhor Miot, de 63 anos, foi encontrado sob os escombros de sua residência, perto da catedral, um dia depois do desastre. O caixão do arcebispo ficou aberto durante toda a manhã, para que os fiéis pudessem se despedir. A seu lado estava o caixão do vigário geral de Porto Príncipe, monsenhor Charles Benoit, que também foi vítima do terremoto. Depois da missa, um cortejo fúnebre percorreu as ruas da capital haitiana transportando o corpo de monsenhor Miot, entre cantos e orações dos fiéis. O arcebispo e o vigário geral serão enterrados provisoriamente na província de Lillavois.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.