Haitiano resgatado após 11 dias diz que sobreviveu bebendo Coca-Cola

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/01/2010 10:37

O haitiano de 25 anos resgatado neste sábado em Porto Príncipe, depois de passar 11 dias sob os escombros da loja onde trabalhava, contou à AFP que sobreviveu à base de Coca-Cola e doces. "Sobrevivi bebendo Coca-Cola. Bebia Coca-Cola todos os dias e comi algumas coisinhas doces", contou Wismond Exantus, levado para o hospital após ter sido resgatado por uma equipe de socorristas franceses, gregos e americanos. Ele ficou preso nas ruínas da loja Napolitain, onde trabalhava no momento do terremoto. "Senti o tremor e perdi a consciência. Quando acordei, gritei 'Gerald, Gerald!'", disse, referindo-se a seu colega de trabalho. Exantus ficou preso em um pequeno espaço entre os escombros, mas conseguia se mexer um pouco para os lados. Ele tentava fazer barulho com o que tinha ao alcance das mãos, para tentar chamar a atenção das equipes de socorro. Incapaz de sair sozinho, o jovem - que, aplaudido, deixou o local consciente e conversando -, relatou: "eu não gritei, só rezei". O irmão de Exantus, Jean-Pierre Jeaneli, disse à AFP que não conseguiu se aproximar da loja onde o irmão trabalhava, porque a polícia havia bloqueado o acesso ao prédio. "Ajudei outras pessoas depois do terremoto. Ajudei a tirá-las dos escombros. Mas não conseguia ir à loja, porque a polícia impedia que nós fôssemos lá", reclamou. "É um verdadeiro milagre", comemorou o tenente-coronel Christophe Renour, comandante do contingente francês que resgatou o jovem. "Esperamos que não seja o último". "Ele estava em um oco dos escombros, onde podia se mover um pouco e podia encontrar o que o ajudou a sobreviver", explicou. "Algo extraordinário aconteceu. Ele resistiu durante 11 dias, o que é especialmente incrível", afirmou Didier le Bret, embaixador da França no Haiti, que acompanhou o salvamento. "Oficialmente, os trabalhos de busca e resgate terminaram ontem (sexta-feira), mas como os bombeiros são uma gente obstinada, vieram quando chamados", elogiou o diplomata francês. Ao todo, 62 equipes de resgate estrangeiras ainda trabalham para encontrar sobreviventes na capital haitiana, onde 133 pessoas já foram salvas com vida dos escombros do terremoto. Na sexta-feira, um homem de 22 anos e uma mulher de 84 foram resgatados. O Ministério haitiano do Interior divulgou um novo balanço de mortos neste sábado: 112.226. Além disso, foram contabilizados 194.000 feridos. "Os danos são catastróficos", declarou o ministério em um comunicado, indicando haver pelo menos um milhão de pessoas desabrigadas. De acordo com o novo relatório, metade das casas da capital, Porto Príncipe, e das cidades de Jacmel e Léogâne, também atingidas pelo terremoto do dia 12 de janeiro, foi destruída.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Guilherme
Guilherme - 25 de Janeiro às 01:30
Se fosse 11 dias bebendo Red-Bull, o cara saía de lá vivo, mas com uma lesão cerebral...
 
Guilherme
Guilherme - 25 de Janeiro às 01:29
E ainda tem quem diga que coca-cola faz mal... Desentope pia, cura ressaca, mal-estar, cura tpm, salva vidas... rsrsrs
 
Cristiano
Cristiano - 24 de Janeiro às 23:28
li essa reportagem... me emocionei... e tomei uma coca de 600 ml.... vou dormir tranquilo....
 
DORIAN
DORIAN - 24 de Janeiro às 18:00
a partir de agora, so vou me alimentar de coca cola, pois alem de ser uma delicia, é a unica que permite sobrevida.....nao é mais "redbul te da asas" e sim "coca-cola te salva".
 
Andrea
Andrea - 24 de Janeiro às 12:58
Nossa, cara, muita sorte.
 
Wagner
Wagner - 24 de Janeiro às 12:29
Depois dizem que Coca-Cola faz mal...