Cúpula de Montreal decide criar organismo internacional de apoio ao Haiti

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/01/2010 19:32

Representantes de mais de 20 países, reunidos no Canadá para discutir a situação do Haiti depois do terremoto, decidiram que deve ser criada uma entidade ou um organismo internacional de apoio ao desenvolvimento do país.


Na Cúpula de Montreal, como é chamada a reunião, os líderes concordaram em estabelecer uma entidade internacional de apoio ao país para atender à demanda de necessidades apontadas pelo governo local. A ideia é que a entidade seja comandada pelo presidente haitiano, René Préval, e por outros representantes do cenário internacional que têm interesse em ajudar na reconstrução do Haiti.

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, destacou que coordenar e unificar os esforços em prol do Haiti vinha sendo o maior problema até então. Mas, segundo ele, durante a cúpula, foram alcançados “progressos substanciais” nesse aspecto.

Sob a presidência do ministro de Negócios Estrangeiros do Canadá, Lawrence Cannon, a reunião contou com a presença de representantes da Organização das Nações Unidas (ONU), da OEA, da União Europeia, do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird, ligado ao Banco Mundial) e de líderes de governantes de países aliados do Haiti.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.