Técnicos do Ministério da Saúde vão ao Haiti para construir unidades de pronto atendimento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/01/2010 21:42

O gabinete de crise do governo federal, criado para tratar dos assuntos ligados ao terremoto que destruiu a capital do Haiti, decidiu hoje (27) que enviará ao país caribenho uma equipe de técnicos do Ministério da Saúde para realizar um levantamento das  necessidades para a construção da primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA).


Os recursos para a implantação das unidades de saúde foram disponibilizados ontem (26) com a assinatura de medida provisória no valor de R$ 1,374 bilhão, sendo parte desse montante destinada às vítimas das enchentes em São Paulo.

O governo destinou R$ 375 milhões para a ajuda ao Haiti. Ao Ministério da Saúde, responsável pela construção das UPAs, serão repassados R$ 135 milhões.

De acordo com nota divulgada hoje, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, que coordena o gabinete de crise, a situação de segurança em Porto Príncipe, a capital haitiana, está “sob controle da Força de Paz”.

O ministro-chefe do GSI, general Jorge Félix, que esteve no Haiti ontem (25), informou que, neste momento, há necessidade também do envio de barracas e equipamentos para a montagem de acampamentos e para organizar os abrigos. Ainda de acordo com o GSI, a conclusão do rodízio do atual contingente brasileiro no Haiti deve ser concluído no próximo dia 5 de fevereiro.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.