Dez norte-americanos são presos no Haiti por tráfico de crianças

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/01/2010 10:43

A polícia do Haiti prendeu dez cidadãos norte-americanos suspeitos de tráfico de 31 crianças com idades compreendidas entre dois meses e 12 anos, informaram as autoridades do país. Os cinco homens e cinco mulheres pertencentes a uma igreja batista foram detido perto da fronteira dominicana, na companhia das crianças, informou o ministro para Assuntos Sociais e Trabalho, Yves Christallin. "Isso é um roubo, não uma adoção ", afirmou, enfatizando que, para uma criança deixar o Haiti, é necessária uma autorização do Instituto do Bem-Estar Social. Segundo Christallin, dois pastores, um no Haiti e outro em Atlanta (sudeste dos Estados Unidos), estão igualmente envolvidos neste caso. Os cidadãos americanos permanecem detidos na Direção Central da polícia judicial de Porto Príncipe, com dois cúmplices haitianos, informou o diretor-geral da polícia, Mario Andresol. Uma investigação foi aberta para determinar em que circunstâncias os dez americanos conseguiram as crianças, que foram transferidas para um abrigo em Croix-des-Bouquets, norte de Porto Príncipe. Em entrevista ao canal NBC, uma pessoa ligada aos norte-americanos indicou que o caso é um mal-entendido administrativo. Os norte-americanos foram apresentados como membros de uma organização religiosa de caridade chamada "New Life Children's Refuge", com sede no estado de Idaho (noroeste dos Estados Unidos). Várias crianças foram adotadas desde o terremoto de 12 de janeiro. As autoridades americanas pediram aos futuros pais adotivos de crianças haitianas que tenham paciência, pois são necessários procedimentos transparentes no processo de adoção para evitar erros e tráfico de crianças.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.