EUA retiram porta-aviões Vinson de operações no Haiti (Comando Sul)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/02/2010 19:08

MIAMI - O porta-aviões americano Carl Vinson retira-se das operações de assistência humanitária no Haiti, depois de mais de duas semanas de atividade na zona, mas deixa dez de seus helicópteros para distribuição de ajuda, informou nesta segunda-feira (1º/2) o chefe do Comando Sul.

Junto ao porta-aviões Carl Vinson concluem suas tareas na região o cruzeiro USS Bunker Hill e o navio de estudos oceanográficos USNS Henson, que se somaram aos trabalhos de ajuda imediata depois do terremoto que devastou a nação caribenha em 12 de janeiro.

O porta-aviões Carl Vinson havia se instalado no litoral haitiano no dia 15 de janeiro com 19 helicópteros que distribuíram 500 toneladas de ajuda e voaram mais de 1.000 horas em apoio às operações de socorro e assistência, depois do terremoto, de onde retiraram e trataram 435 pacientes com urgências médicas, informou o Comando sul, com sede em Miami.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.