ONU propõe anulação da dívida do Haiti

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/02/2010 11:02

Um alto funcionário da ONU propôs nesta quinta-feira (4/02) a anulação imediata da dívida do Haiti com organismos financeiros internacionais, como o Banco Mundial, para permitir que o país se recupere do terremoto devastador de 12 de janeiro. Cephas Lumina, analista independente da ONU sobre a dívida estrangeira relacionada aos direitos humanos, celebrou em um comunicado a decisão do Clube de Paris - grupo informal de 19 países credores - de anular os US$ 214 milhões da dívidado Haiti. No entanto, afirmou que é "insuficiente, já que o mais importante da dívida externa corresponde a credores multilaterais". A dívida externa total do Haiti chega atualmente a US$ 890 milhões, 41% do total com o Banco Interamericano de Desenvolvimento e 27% com o Banco Mundial. Lumina também pediu a concessão ao Haiti de "subsídios de ajuda sem condições e não novos empréstimos". Ele criticou a recente aprovação pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) de um empréstimo sem juros de US$ 114 milhões, que deve começar a ser pago após um período de cinco anos e meio. "É preciso evitar a reconstituição de uma dívida insuportável para o país", insistiu o analista.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.