Gilberto Carvalho quer discutir desenvolvimento sustentável no Brasil

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República disse que levará à presidente Dilma Rousseff a proposta de uma conferência nacional específica para discutir o projeto de desenvolvimento sustentável para o Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/04/2013 17:06

Iano Andrade/CB/D.A Press
 

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse que levará à presidente Dilma Rousseff a proposta de uma conferência nacional específica para discutir o projeto de desenvolvimento sustentável para o Brasil. A proposta, de representantes da sociedade civil, foi feita durante o seminário Diálogo Social: Agenda Pós-2015 e Seguimento à Rio+20, nesta terça-feira (16/4) no Palácio do Planalto.



“A conferência pode trazer contribuições para que o Brasil consiga de fato seguir um processo capaz de distribuir renda e, sobretudo, [desenvolver] a questão ambiental”, disse o ministro. “A sociedade reclamou aqui da falta de participação, seja no plano [da Organização] das Nações Unidas, seja aqui dentro do país, no sentido de dar uma contribuição efetiva para o modelo de desenvolvimento econômico, social e ambiental”, disse.

Leia mais notícias em Política

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que também participou do evento, disse que a sociedade brasileira está “maciçamente mobilizada”. Segundo ela, o Brasil tem conquistado bons resultados rumo ao desenvolvimento sustentável, mas precisa atingir outro patamar.

“Nós somos um país que tem resultados excepcionais nos últimos dez anos em relação à erradicação da pobreza, à redução de emissões de gases, ao desmatamento na Amazônia, avanços na questão de consumo sustentável, mas nós precisamos ser mais agressivos em soluções permanentes para o país, um Brasil que eu sempre falo tem vários brasis em um mesmo Brasil”, disse a ministra.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.