Volume de água usado para irrigação cresceu quase 100% em 10 anos no DF

Estudo da Adasa mostra alto consumo pela irrigação: são necessários 72 milhões de m³ de água por ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/06/2013 13:38 / atualizado em 13/06/2013 13:49

Elio Rizzo/Esp. CB/D.A Press

Um estudo da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) revelou que a maioria dos rios do DF apresenta boa qualidade. Por outro lado, o alto consumo de água pela irrigação é preocupante para o futuro do abastecimento. "Este banco de dados robusto permite a tomada de decisões voltadas para garantir água em abundância e qualidade para esta e as futuras gerações, papel fundamental de uma agência gestora de recursos hídricos", destaca trechos do estudo.


Leia mais notícias do Ser Sustentável

De acordo com a pesquisa, as melhorias no sistema de tratamento de esgoto e a ausência de grandes indústrias no Distrito Federal são fatores determinantes para o cenário que se observa hoje, com a maior parte dos rios com boa qualidade de água. A bacia do Descoberto, especificamente no Rio Melchior, principal afluente do Rio Descoberto, apresentou a água com maior concentração de poluentes.

Quantidade
O volume de água usado para irrigação no DF cresceu quase 100% em 10 anos e é considerado elevado, já que o setor é a principal fonte consumidora com demanda de 72 milhões de m³ por ano.

De acordo com o estudo, a quantidade de água demandada para irrigação equivale ao volume utilizado para abastecimento humano do Gama e de Sobradinho.

A pesquisa é resultado de três anos de acompanhamento dos dados fornecidos pela rede de monitoramento hidrometeorológico da Adasa, composto por 44 estações distribuídas em todas as regiões do DF.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.