Distrito Federal deve ganhar 18 ônibus híbridos até o fim do ano

Táxis e bicicletas também adotam a eletricidade e atraem curiosos nas grandes cidades brasileiras

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/08/2013 10:58

Roberto Barroso/GDF - 8/11/12

Dos 34 mil táxis que circulam na capital de São Paulo, 10 são especiais e viraram motivo de disputa e de desejo dos clientes. Na hora do almoço, é comum executivos entrarem e pedirem uma “corrida” pela cidade somente pelo gosto de andar em um carro totalmente silencioso, tecnológico e com nenhuma emissão de poluentes, segundo os taxistas. A frota de veículos elétricos existe desde junho de 2012 na cidade e conta com os modelos Nissan Leaf — uma parceria entre a fabricante japonesa e a prefeitura —, que renderam economia aos profissionais e abriram horizontes para um transporte público limpo sem que fosse necessário subir a tarifa. Nos primeiros cinco meses, cada motorista gastou, em média, R$ 530 com recarga. Se fossem abastecidos com gasolina, a conta subiria para R$ 2,3 mil.


Leia mais notícias do Ser Sustentável

Taxista há 35 anos, José Antonio Nunes, 68 anos, até hoje se lembra do momento em que recebeu a notícia de que iria dirigir o veículo número um da frota: “Fiquei estático. Para aprender, tive aula com instrutor durante três horas por quatro dias”. O táxi percorre aproximadamente 230km entre meia-noite e 8h com duas recargas — uma feita ao longo de seis horas, antes de começar a trabalhar, e outra no meio do turno, com duração de 15 minutos, realizada na concessionária mais próxima (as lojas da Nissan e as empresas de táxi são equipadas especialmente para o projeto). O gasto diário é de R$ 15, enquanto com gasolina daria cerca de R$ 40. “Todos os passageiros, indistintamente, fazem as mesmas perguntas, elogiam o conforto e a beleza”, destaca Nunes, que já sofre ao lembrar que o teste dura “apenas” três anos. “Estou triste, porque só tem mais dois anos pela frente”, brinca. Para completar, a frota verde de São Paulo é reforçada com 116 carros híbridos, modelo Prius, da Toyota.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.