Casal de ambientalistas coleta amostras de água doce em todo o país

As expedições foram feitas entre 2003 e 2004 e analisaram rios, lagos e reservatórios. Ainda hoje elas auxiliam em inúmeras pesquisas científicas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/03/2014 10:23 / atualizado em 22/03/2014 14:23

Nicolas Reynard/Brasil das Águas
 

 

Margi Moss/Brasil das Águas

 

Margi Moss/Brasil das Águas

 

Margi Moss/Brasil das Águas

 

Quem entra na casa da família Moss em Brasília nota logo quais são as paixões cultivadas pelas pessoas que ali habitam. Fotografias de viagens a países longínquos nas paredes, detalhes náuticos decorando as prateleiras da sala, miniaturas de aviões por todos os lados — inclusive no teto. Gérard e Margi mostram-se à vontade na residência rodeada por árvores e cisternas que captam a água da chuva, mas não é preciso muito tempo para perceber que há outro ambiente onde eles também gostariam de estar: a bordo de uma aeronave.



Leia mais notícias do Ser Sustentável

Entre outubro de 2003 e dezembro de 2004, os dois coletaram 1.160 amostras de água doce de 524 rios, lagos e reservatórios espalhados pelo vasto território brasileiro. Utilizaram recurso inédito nessa empreitada: um avião anfíbio, que apelidaram de Talha-mar — homenagem à ave pescadora da família Laridae. Esse arriscado projeto recebeu o nome de Brasil das Águas. Lá do alto, o aviador e ambientalista Gérard Moss ainda enxergou desagradável realidade: “O desmatamento criminoso das florestas brasileiras é algo que me entristece. Além do mais, observamos muito descaso com a água”.

Enquanto Gerárd manobrava a aeronave — um Lake Renegade com motor de 250 cavalos e equipado com sonda multiparamétrica —, Margi Moss preparava o roteiro diário e se responsabilizava pelas amostras coletadas. Hoje essas provas ajudam pesquisadores de várias instituições nacionais e estabelecem parâmetros da qualidade das águas do país. A senhora Moss acredita que o trabalho realizado pelo casal ajuda no processo de conscientização coletiva: “A água que chega à torneira das pessoas tem uma história. Se isso for considerado, cada um pode adotar medidas mais sustentáveis, de acordo com as necessidades da própria região”.

Diante dos possíveis riscos de racionamento em grandes centros urbanos brasileiros, Gérard e Margi esperam que a questão da água no Brasil seja, enfim, levada mais a sério. “Precisamos de novas iniciativas, de estimular a população a ter mais cuidado com os recursos hídricos. E isso vale para os setores agrícolas também. O ponto positivo é que percebemos fazendeiros se esforçando para se adequar às leis. Um passo importante, sem dúvida.”

Novos ares

Desde 2007, Gérard e Margi Moss têm se dedicado a outro elemento crucial para os reservatórios brasileiros: a chuva. O projeto Rios Voadores explica que o processo homônimo, no qual massas de ar que carregam vapor d’água da Amazônia para Centro-Oeste, Sudeste e Sul, contribui com os índices pluviométricos nessas regiões. “Apesar da distância, essas áreas se comunicam meteorologicamente. Portanto, a derrubada de árvores na floresta amazônica, que compromete a trajetória dos chamados rios voadores, traz consequências hídricas a cidades como Brasília, por exemplo. Daí a importância da preservação”, comenta ele.


Os dois ambientalistas sabem que os projetos que idealizaram podem servir de exemplos à juventude na hora de estimular hábitos ecológicos. Por isso, procuram oferecer oficinas para professores, que levam as devidas informações até a sala de aula. Estima-se que mais de 80 mil alunos já foram beneficiados diretamente por essas iniciativas. Segundo Margi, os estudantes compreendem que é preciso cuidar melhor da água para as próximas gerações: são os agentes motivadores — ela diz —, o nosso futuro.

 

Pioneirismo
O Talha-mar é a primeira aeronave no mundo homologada para realizar coleta de amostras de água.

 

Número
15.200 quilômetros cúbicos - quantidade aproximada de chuva no Brasil por ano. 

 

Serviço
- Outras informações sobre os projetos Petrobras Brasil das Águas e Rios Voadores podem ser encontradas nos seguintes endereços:
- www.brasildasaguas.com.br
- www.riosvoadores.com.br 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.