Fernando de Noronha ganha usina solar

Considerado um dos pontos mais paradisíacos do Brasil e do mundo, o arquipélago de Fernando de Noronha (PE) acaba de inaugurar sua primeira usina solar

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/07/2014 18:20

TripAdvisor/Divulgação
 

 

De acordo com a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), concessionária responsável pela administração da rede elétrica de Pernambuco, a usina ajudará a reduzir a produção de poluentes já que a ilha deixará de gastar 200 mil litros de diesel ao ano. Antes da inauguração toda energia consumida em Noronha era considerada suja por ter origem na queima de óleo diesel.



A usina de painéis solares possui capacidade de gerar uma média mensal de 50 megawatts-hora, o suficiente para suprir 4% do consumo da ilha – ou o equivalente a 600 residências.

 

Leia mais notícias do Ser Sustentável 

 

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente do Estado, até o final do ano serão iniciadas obras de uma segunda usina solar, com média de 64,75 megawatts-hora e que suprirá 6% da necessidade de Noronha.

Juntas as usinas permitirão uma economia de 100 toneladas de emissão de carbono ao ano. E os planos de investimento em energia renovável para o arquipélago não param por aí. Em parceria com a iniciativa provada o governo de Pernambuco planejam instalar no território cinco geradores de energia eólica até outubro.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.