Magrela turbinada

Bicicletas elétricas são uma boa opção para fugir do caos, ganhar qualidade de vida e contribuir com a preservação do meio ambiente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/09/2014 14:33

Antonio Cunha/CB/D.A Press
 

 

O trânsito caótico e abarrotado de carros, motos e ônibus é, muitas vezes, um motivo para a explosão do estresse em muitas pessoas. Seja como motorista, seja como passageiro, a verdade é que os infindáveis engarrafamentos tornam a vida nas grandes cidades ao redor do mundo uma angústia diária. Mas e se houvesse uma solução viável e rápida para tudo isso?



Estrelas das ruas em metrópoles da Europa, que transformaram o trânsito e a qualidade de vida das pessoas, as bicicletas se apresentam com uma excelente opção. Em Berlim, há, atualmente, cerca de 400 mil ciclistas, e as pedaladas tanto podem ser nas bicicletas tradicionais quanto nos modelos elétricos. Na Bélgica, empresas dão bônus salarial aos funcionários que trocam o carro pela bike. Além disso, quem adere aos programas de incentivo do governo recebe isenção fiscal.

Foi em busca dessa mudança que o estudante da Universidade de Brasília Ivan Mello, 20 anos, adquiriu a versão elétrica há três semanas. O efeito imediato? Economia de R$ 450 somente com a gasolina. O jovem não se desfez do carro, mas garante que o uso do veículo de quatro rodas é esporádico. “A bicicleta é excelente porque consigo ir para onde quero, gastando praticamente nada e consigo ver a cidade, sentir o vento no rosto.” E engana-se quem pensa que o terno é empecilho para os adeptos ao transporte ecológico. “Subo na bicicleta com o traje completo e não transpiro na ida até o trabalho. Esse foi um dos principais motivos para eu comprar esse modelo e não o tradicional”, explica o estudante.

 

Daniel Ferreira/CB/DA Press
 

 

Aliada à praticidade, a bike elétrica desperta interesse por onde passa. Foi numa dessas experiências que Mário Caruso resolveu adotá-la não apenas como estilo de vida, mas como negócio. A loja dele, na Asa Sul, conta com modelos para todos os gostos e os preços vão de R$ 3 mil a R$ 4 mil. Caruso explica que, em um primeiro momento, elas podem não parecer financeiramente atraentes, mas, a curto prazo, a diferença faz bem ao bolso. “Você não tem que pagar seguro para bicicleta, muito menos IPVA e gasolina. O retorno é sentido muito rápido pelas pessoas que optam por se locomover com elas”, avalia.

Foi em busca de otimizar o trabalho que o autônomo Faraó, como gosta de ser chamado, comprou três modelos elétricos. Vendedor de pimenta nos bares de Brasília, ele ressalta que há dois anos viu nas bicicletas a maneira ideal de transitar com tranquilidade, segurança e agilidade na vida noturna brasiliense. “Os clientes adoram, pedem para tirar foto e me perguntam onde comprei. É legal ver essa reação das pessoas porque elas ficam curiosas e acabam comprando mais dos meus vidros de pimenta.”

Para o funcionário público Carlos Roberto Carvalho, um outro fator estimulante para andar de bike, sendo ela elétrica ou não, é a maior quantidade de ciclovias espalhadas pela cidade. Hoje, Brasília conta com cerca de 300 quilômetros de vias para os ciclistas. “É importante ser cidadão em todos os sentidos. Eu me locomovo de um jeito que não polui a cidade e aproveito o espaço destinado às bicicletas para fazer isso.”

 

Antonio Cunha/CB/D.A Press
 

 

Assim como Ivan Mello, Carvalho não parou por completo o uso do carro. A justificativa é que algumas distâncias maiores tornam inviável o uso da bateria e, como é necessário ter uma tomada por perto para recarregá-la, a situação pode ficar complicada. Para Ivan, essa pequena desvantagem com relação a outros meios de transporte não é páreo para os benefícios que esse modelo oferece para os usuários. “Você tem que mudar alguns hábitos, como sair mais cedo de casa para não se atrasar, mas foi a melhor decisão que pude tomar. Recomendo para todo mundo.”

Ficha técnica da bicicleta elétrica

Autonomia: até35 km
Capacidade total de carga: 120kg
Velocidade máxima: 30km/h
Motor: 350w
Tempo de recarga completa da bateria: 6-8 horas
Custo médio de uma recarga completa: R$ 0,25
Peso da bicicleta: 40,5kg
A bicicleta vem com farol de led, tranca de segurança na roda e alarme

 

Participe

2 Passeio Ciclístico da Primavera Tempo de Plantar
Data: 21/9/2014
Largada do passeio: 9h
Local: Eixão, na altura da 102 Sul
Percurso: 10km
Concentração: a partir das 8h30
Participação livre

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.