Locação de bicicletas sobe 30% em São Paulo

Segundo empresários do ramo, aumento das ciclovias é o principal motivo do crescimento das locações de bicicletas na cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/10/2014 19:11

A cidade de São Paulo aos poucos começa a mudar de cara. O uso da bicicleta, antes uma prática de final de semana do paulistano, começa a se tornar um hábito cada vez mais constante. Basta olhar a quantidade de ciclistas que já é possível avistar nas ruas da cidade para se ter uma ideia da mudança de hábito. E essa intensificação do uso da bicicleta em São Paulo reflete diretamente nos números de locação do meio de locomoção. Levantamento realizado por empresas que alugam bicicletas apontam que mercado cresceu 30% em 2014. Segundo os comerciantes, o principal motivo é o surgimento das ciclofaixas implementadas nos últimos meses na cidade. Para o empresário Luiz Pina, 57, sócio-fundador da Green Bike e da Avanti, o negócio cresce desde a inauguração das ciclofaixas, em 2012, quando as ciclovias eram disponibilizadas apenas aos finais de semana, mais como lazer do que como opção de mobilidade. Com a mudança do perfil das ciclofaixas, que passaram a funcionar inclusive nos dias de semana, empresários avaliam que o uso passou a ser menos de lazer e mais como alternativa viável para fugir do trânsito. Esse seria, de acordo com Pina, o principal motivo do aumento da procura de aluguel de bicicletas. As empresas de Pina já possuem três unidades na capital paulista, com faturamento anual de cerca de R$ 290 mil. A alta nas locações é sentida também pelo empresário Flávio Valdomiro, que possui uma loja próxima ao parque do Ibirapuera, em São Paulo. Ele também aponta um aumento de cerca de 30% na procura, mas ainda é muito restrito a finais de semana e aos dias de clima bom. Mais ciclofaixas para São Paulo Antes em operação apenas aos finais de semana, as novas ciclovias na cidade de São Paulo foram este ano ampliadas para 60 quilômetros ao londo da capital e devem alcançar, de acordo com a prefeitura, 400 quilômetros de extensão até dezembro de 2015. Já a ciclofaixa do lazer possui extensão de 150 quilômetros e está aberta aos domingos e feriados para moradores de São Paulo. A ampliação gera expectativas positivas ao empresariado, que enxerga possibilidade de maiores lucros adiante. "Com a nova ciclofaixa da avenida Paulista (que será instalada em 2015), acho que haverá uma melhor ligação entre os diferentes pontos da cidade, e então, a demanda deverá crescer mais 30%", afirma Valdomiro.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.