Publicidade

Correio Braziliense ENEM 2019

Arte no Enem: do barroco à performance Júnior de Castro, professor de Arte do Colégio Sigma


postado em 21/10/2019 07:00

Por meio da arte, podemos entender o pensamento científico, filosófico, religioso, estético, valores e crenças. Ao identificarmos e compreendermos as transformações ocorridas ao longo da história, considerando as produções artísticas como resultante do tempo histórico no qual estão inseridas, as artes (cênicas, música, visuais e dança) são linguagens que complementam a linguagem verbal. No Enem, as artes estão incluídas na prova de linguagens, códigos e suas tecnologias.

Os conteúdos da área – para efeito de estudo – estão norteados por três eixos básicos: produção, apreciação e contextualização. Nos últimos cinco anos de Enem, a arte contemporânea surgiu no exame com suas tendências expressivas, como a pop art (pop x kitsh do abstracionismo), o happening, a performance e as instalações, têm permeado boa parte dos conteúdos deste certame, principalmente voltados para a cultura urbana pós-Segunda Guerra.

A arte moderna, como o cubismo, fauvismo e o futurismo, também representa características importantes na reflexão de mundo. A arte brasileira moderna e suas consequências (o pós-semana de 22 e dos anos 50, 60 e 70, como o cinema novo e a tropicália) tem um vasto quantitativo de assuntos que aparecem nas questões, as quais dialogam com outros temas, configurando uma interdisciplinaridade.

Outro tópico presente na prova é o barroco mineiro, grande expressão da arte brasileira e uma das últimas grandes expressões da arte sacra; além dele, há o renascimento italiano. A arte pré-histórica, arte rupestre, ganha relevância, considerando que aqui no Brasil temos um dos maiores acervos de arte rupestre, na região de São Raimundo Nonato, no estado do Piauí.

É importante destacar aspectos tecnológicos vinculados às manifestações artísticas, como as que foram viabilizadas pelo rádio, pela televisão e pelo cinema. Percurso similar vem ocorrendo com as tecnologias digitais. Podemos, com isso, pensar como as artes ressignificam nossa contemporaneidade.

Por fim, é relevante mencionar as manifestações como originárias de necessidades cotidianas de um grupo social, principalmente chamando a atenção para a cultura brasileira e para o folclore. Danças e festas populares revelam bastante sobre a história, costumes, tradição gastronômica, mitos, crenças e visões de mundo. Enfim, as linguagens artísticas nos ajudam a refletir sobre o mundo, o homem e a grande diversidade brasileira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

Não há desenvolvimento sem educação 07:00 - 11/11/2019 - Compartilhe

Não há desenvolvimento sem educação

Seleção exclusiva para PCD 07:00 - 11/11/2019 - Compartilhe

Seleção exclusiva para PCD

Brasília: futuro polo de moda internacional 07:00 - 11/11/2019 - Compartilhe

Brasília: futuro polo de moda internacional

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade