Publicidade

Correio Braziliense

Erros no Enem: candidata do RJ contesta eliminação; Inep avalia o caso

Hashtag #inepdevolveanotadarebecca ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter. Jovem foi confundida com participante eliminada durante a prova


postado em 21/01/2020 12:11 / atualizado em 21/01/2020 12:25

Menos de 24 horas após o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Alexandre Lopes garantir que foram corrigidas as notas erradas de candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), participantes começaram a relatar mais problemas nas redes sociais.

Rebecca Campos, 18 anos, é uma das participantes que têm enfrentado problemas com a nota. Ela relatou no Twitter que foi confundida com outra participante de mesmo nome que foi eliminada durante a prova e só descobriu que havia sido desclassificada na sexta-feira (17/1), quando foi checar o resultado. Rebecca contou que tentou falar com o Inep desde a última sexta-feira e só conseguiu resposta nesta terça-feira (21). O órgão disse que vai avaliar o caso. Com as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já abertas, o instituto não deu previsão para resposta. “Eles disseram que não trabalham com prazos mas que se estivesse demorando demais para darem a resposta, eu poderia entrar em contato novamente.”
 
Hashtag #inepdevolveanotadarebecca foi um dos assuntos mais comentados no Twitter(foto: Reprodução)
Hashtag #inepdevolveanotadarebecca foi um dos assuntos mais comentados no Twitter (foto: Reprodução)
 

Por precaução, a jovem de Nova Friburgo (RJ) resolveu entrar com pedido liminar na justiça para garantir que a nota seja revista. De acordo com o advogado Alexandre Valença de Lima, a expectativa é que a liminar saia ainda durante o prazo de inscrições no Sisu. “Esperamos que esse erro seja corrigido em tempo para que a estudante não seja prejudicada.”

O motivo da eliminação da outra candidata seria que o telefone havia tocado durante a prova. “Ela me mostrou o resultado dela e as notas aparecem normalmente”, conta Rebecca. Em 2019, pela primeira vez, o Inep considerou a emissão de sons por aparelhos eletrônicos motivo de eliminação do exame. Outros 3 mil candidatos foram eliminados pela mesma razão.
 
 

Além de Rebecca, outros participantes também começaram a relatar erros no resultado. A diretora de comunicação da União Nacional dos Estudantes (UNE) Camila Ribeiro afirma que a instituição está recebendo diversas reclamações sobre problemas tanto na questão da correção das notas, como outras situações parecidas com a de Rebecca. “Já recebemos milhares de e-mails. Estamos levantando todos os casos e em breve vamos começar a entrar com processo de danos morais em favor dos estudantes.”



Mobilização

A hashtag #inepdevolveanotadarebecca ficou entre os assuntos mais comentados da rede social na noite desta segunda-feira (20/1). Nas redes sociais, usuários se mobilizaram para pedir um posicionamento dos órgãos responsáveis pelo Enem. 

 
 
 
 

Sisu

Outro problema enfrentado pelos candidatos é em relação ao site do Sisu, que está apresentando erros. Apesar das reclamações, o ministro da Educação, Abraham Weintraub postou vídeo afirmando que o sistema “está funcionando normalmente”. As inscrições começaram na madrugada desta terça-feira e vão até domingo (26/1).
 
*Estagiária sob supervisão de Ana Sá 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Colégio promove debate sobre futuro do Enem 19:18 - 09/07/2020 - Compartilhe

Colégio promove debate sobre futuro do Enem

publicidade
publicidade