Publicidade

Correio Braziliense

''O meu Twitter é um instrumento de defesa'', diz Weintraub no Senado

Ao responder uma pergunta, o ministro disse que é responsável pelos próprios atos e disse que não ofende ninguém ''gratuitamente''


postado em 11/02/2020 17:53

(foto: Geraldo Magela/Agência Senado)
(foto: Geraldo Magela/Agência Senado)
Em meio a audiência da Comissão de Educação no Senado, realizada nesta terça-feira (11/2), o ministro da educação, Abraham Weintraub, defendeu as próprias postagens no Twitter ao ser questionado pela senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) se não deveria parar de tuitar polêmicas. 

 

“No seu Twitter, o senhor acaba fazendo postagens totalmente desnecessárias baseadas em caráter extremamente ideológico e se envolve muito em polêmica. Então, eu pergunto para o senhor de uma forma muito clara. O senhor não achava melhor parar de ser polêmico e parar de tuitar polêmicas e centrar na gestão da educação? Eu acho que o senhor daria uma contribuição muito melhor para o Brasil”, questionou Eliziane. 

 

Ao responder a senadora, Weintraub disse que é responsável pelos próprios atos e disse que não ofende ninguém “gratuitamente”. “O Twitter é meu e eu tenho direito de me expressar. Eu sou uma pessoa normal, livre. O dia que eu não puder falar o que eu penso isso aqui virou Venezuela ou Cuba. [...] Eu não me arrependo de nada do meu Twitter e ele é um instrumento de defesa meu”, afirmou o ministro. 

 

A descrição da página da rede social de Weintraub diz: “meu twitter, minhas regras”. A presença do ministro no Senado movimentou o Twitter e as hashtags #ForaWeintraub e #JuntosComWeintraub ficaram entre os 10 assuntos do momento na rede social. 

 

O segundo ministro da educação na gestão de Bolsonaro passa por momentos conturbados na gestão da pasta e sofre críticas de diversos parlamentares, inclusive do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que o chamou de “desastre” 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
"O teletrabalho veio para ficar" 18:34 - 05/04/2020 - Compartilhe

"O teletrabalho veio para ficar"

Renapsi oferece 58 vagas de jovem aprendiz 17:02 - 05/04/2020 - Compartilhe

Renapsi oferece 58 vagas de jovem aprendiz

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade