GDF vai contratar auxiliares sem salário para reforçar equipe das escolas

Educadores sociais voluntários receberão ajuda de custo de R$ 30 por dia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/01/2019 18:43 / atualizado em 25/01/2019 18:52

A Secretaria de Educação do Distrito Federal criou modalidade de colaborador para atuar nas escolas da rede pública: o educador social voluntário. No edital, a pasta abriu 6 mil vagas para pessoas interessadas em atuar na função. Não há salário, nem vínculo empregatício envolvido.
 
 
 

Os selecionados receberão apenas ajuda de custo (para transporte e alimentação) de R$ 30 por dia. Os educadores sociais voluntários terão como missão auxiliar em atividades do dia a dia dos colégios, sempre sob a supervisão da equipe das escolas.

As inscrições começam na segunda-feira (28) e vão até quarta-feira (30), diretamente nas escolas. No mesmo período, serão aplicadas as fases da seleção. O resultado já sai na quinta-feira (31).

A secretaria procura cinco perfis para ocupar as vagas:

 

1) Universitários de formação específica nas áreas de desenvolvimento das atividades
2) Estudantes da educação de jovens e adultos (EJA)
3) Estudantes do ensino médio
4) Pessoas da comunidade com habilidades nas áreas cultural, artística, desportiva, ambiental, de culinária, de serviços gerais (exceto limpeza e vigilância) e naquelas voltadas para a prática de atividade física, informática, audiovisual, rádio e cineclubes
5) Pessoas com experiência comprovada na área de educação especial e/ou saúde

Podem se inscrever, em regra, pessoas acima dos 18 anos. No entanto, candidatos a partir dos 16 anos podem participar para atuar em unidades que ofertam educação integral e atendem estudantes indígenas.

O processo seletivo será composto das seguintes etapas: inscrição na escola de interesse, análise curricular, entrevista, divulgação do resultado parcial, recebimento da interposição de recursos e divulgação do resultado final.

Será necessário apresentar original e cópia de documento de identificação (RG, carteira de habilitação válida, passaporte válido ou carteira de trabalho), CPF, comprovante de residência, declaração de escolaridade e certidão negativa criminal da Justiça Federal e da Justiça Distrital e certidão negativa da Justiça Eleitoral. 


Confira as vagas disponíveis para cada regional de ensino:

 

Brazlândia - 400
Ceilândia - 900
Gama - 230
Guará - 260
Bandeirante - 200
Paranoá - 370
Planaltina - 450
Plano Piloto e Cruzeiro - 890
Recanto das Emas - 260
Samambaia - 570
Santa Maria - 250
São Sebastião - 260
Sobradinho - 370
Taguatinga - 590
Total: 6 mil