Lucília Garcez lança dois livros na 35ª Feira do Livro de Brasília

Uma das obras é a biografia do escritor Ariano Suassuna, morto em 2014, para crianças. O outro título também é destinado ao público infantojuvenil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2019 17:58 / atualizado em 10/06/2019 11:46

A escritora e professora aposentada do Instituto de Letras da Universidade de Brasília (UnB) Lucília Helena Garcez lançará dois livros de literatura infantojuvenil na 35ª Feira do Livro de Brasília. Ariano Suassuna é título e personagem da sua segunda biografia para crianças e Eu me lembro do vovô Hermé é inspirado em seu pai, Hermenegildo, e conta com registros de histórias com o neto. 
 
Marcelo Dischinger/Divulgação
 
Em sua nova biografia, Lucília relata a caminhada e as peripécias do jovem Ariano Suassuna (1927-2014) até se tornar um escritor. A intenção da autora é mostrar a trajetória profissional do pernambucano para o leitor infantil e homenagear o dramaturgo, romancista, ensaísta, poeta e professor brasileiro. Enquanto docente da UnB, Lucília conheceu o escritor quando participou da gravação da primeira aula-espetáculo de Ariano. “Eu admirava muito a postura do Ariano diante da cultura brasileira. Então, eu quis homenageá-lo. Fiz uma pesquisa sobre a vida dele e pensei o livro sempre associando ele a um menino que está conhecendo as manifestações folclóricas do Nordeste”, revela. 

Editora IMEPH/Reprodução
Na apresentação do livro, Flávia Suassuna, sobrinha de Ariano, fala sobre a linguagem utilizada por Lucília e pelo ilustrador Jô Oliveira, compreendendo as intenções de ambos: "constuir os leitores de amanhã". Segundo ela, que também é escritora, a autora do livro "enfatiza pontos biográficos que vão se somando para que as crianças compreendam o que fez Ariano se tornar Ariano". O pernambucano Jô Oliveira conta com mais de 70 livros ilustrados, e diversas parcerias com Lucília. Com ilustrações características e baseadas no cordel nordestino, ele é responsável pelo conteúdo artístico da biografia de Ariano. 

Banda Books/Reprodução
Em Eu me lembro do vovô Hermé, um neto relata o que viveu com o seu avô Hermé, sempre inciando com "Eu me lembro...". "Eu me inspirei um pouco no meu pai e em outras histórias que eu vi e presenciei. Juntei tudo e, em cada episódio, tem algo engraçado ou afetuoso", explica Lucília. Ela diz que o livro também é instrutivo para os avós, para que eles possam saber como ser um bom parente. O livro foi ilustrado por Romont Willy, que conheceu na Casa de Autores, um instituto que reúne escritores, editores e ilustradores brasilienses. 

Lucília Garcez

Doutora em linguística aplicada ao ensino de línguas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Lucília tem 68 anos e conta com 22 livros publicados, entre histórias, biografias, romances, crônicas e textos didáticos, sendo 19 de literatura infantojuvenil. Sua jornada como escritora teve início durante a docência na UnB, pois tinha contato com a formação de professores e, consequentemente, com a literatura juvenil. "O Jô Oliveira me convidou para fazer um texto sobre Luiz Gonzaga em 1988. Eu gostei, achei que tinha um jeito para o negócio e continuei", disse.

Programação

O lançamento oficial dos livros será às 17h30 deste domingo (9), no Espaço Autor 1, e a partir das 14h de 14 de junho, no estande da Arco-Íris. Na carreta da editora IMEPH, Jô Oliveira fará uma oficina de ilustração com crianças e Lucília fará a leitura do livro Ariano Suassuna, às 16h de 13 de junho.

A Feira do Livro de Brasília (FeLiB) teve início em 1982 e é considerada o segundo evento de livro mais antigo do país. Sua 35ª edição é gratuita e ocorre até 16 de junho na praça do Complexo Cultural da República.