Mais de 70% das escolas públicas do DF aderiram à greve nacional

Cerca de 30% das unidades paralisaram totalmente as atividades. Outras 45% suspenderam parcialmente as aulas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/06/2019 19:25

Segundo a Secretaria de Educação, 74,72% das escolas públicas do Distrito Federal aderiram à greve nacional desta sexta-feira (14/6). Das 637 unidades que enviaram dados às Coordenações Regionais de Ensino, 188 paralisaram totalmente, ou seja, 29,51% do total. Outras 288 suspenderam as atividades parcialmente, ou seja, 45,21% delas. As demais, 161, funcionaram normalmente. As sedes da secretaria também não pararam.
 
 
Ed Alves/CB/D.A Press. Brasil
 
Ao todo, o DF tem 680 escolas públicas, de acordo com a pasta. Os centros de ensino que aderiram à paralisação precisarão repor as aulas perdidas em datas definidas pelas direções. As orientações são de que as reposições ocorram ainda no primeiro semestre letivo de 2019.

Os cálculos da secretaria estão de acordo com o Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF). Representantes da entidade calculam, no entanto, um total de 792 instituições públicas ao todo. As escolas particulares não aderiram à greve contra a reforma da Previdência e cortes na educação.