Publicidade

Correio Braziliense

Feira do estudante tem mais de 150 atividades até domingo

Mais de 100 horas palestras, oficinas, workshops, concursos e ações interativas estão disponíveis no Mané Garrincha


postado em 29/11/2019 20:53 / atualizado em 29/11/2019 21:12

Danilo Ferreira, organizador do evento, explica que a ideia é ampliar o conhecimento sobre o mundo estudantil(foto: GrowUp Produções)
Danilo Ferreira, organizador do evento, explica que a ideia é ampliar o conhecimento sobre o mundo estudantil (foto: GrowUp Produções)

Um espaço para promover e difundir tudo o que permeia o mundo do estudantil. Essa é a proposta da Feira do Estudante que, até domingo (1), pretende receber cerca de 10 mil pessoas nos arredores do Estádio Mané Garrincha, das 9h às 21h. 

A entrada é gratuita mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. O local é dedicado ao conhecimento e aprendizagem e tem mais de 150 atividades que, juntas, ultrapassam 100 horas de conteúdo e interação simultaneamente. 

O público presente terá a oportunidade de participar de workshops, palestras, oficinas, rodas de conversa, espetáculos de dança, entre outras. Além de discussões sobre profissões, estágios e primeiro emprego. 

O evento traz ainda um espaço geek, que terá um concurso de cosplay para os fãs de cultura pop que não perdem a oportunidade de se transformarem em seus personagens preferidos. Tem também o espaço Outlet do Material Escolar, com preços especiais dos expositores de papelaria, uniformes e utensílios da lista de material. 

Danilo Ferreira, é o produtor e coordenador geral do evento, e explica qual a importância da feira. “É um espaço destinado a promover e reforçar o conhecimento sobre o mundo estudantil aqui na capital. Além de agregar os interessados em debater melhorias para a educação.”
 
Andreza Rocha, monitora da escola de desenho Unarte, espera divulgar os serviços oferecidos durante os dias de feira(foto: GrowUp Produções)
Andreza Rocha, monitora da escola de desenho Unarte, espera divulgar os serviços oferecidos durante os dias de feira (foto: GrowUp Produções)
 

Divulgação

Entre as atividades, estão as exposições de serviços e empresas em estandes. Andreza Rocha, monitora da escola de desenho Unarte, vê na feira uma oportunidade para divulgar os serviços. “Trazer nossos serviços para que várias pessoas consigam entrar, e assim, fazer mais desenhos e dar uma guinada maior na arte.”  

Representante do Sesi, Gisela Teixeira, conta que a rede investe alto em tecnologia e inovação para atrair jovens(foto: GrowUp Produções)
Representante do Sesi, Gisela Teixeira, conta que a rede investe alto em tecnologia e inovação para atrair jovens (foto: GrowUp Produções)
No estande do Serviço Social da Indústria (Sesi), a representante Gisela Teixeira, fala que a instituição pretende mostrar o que tem de melhor para a formação de estudantes. “A gente fez um investimento bem alto para trazer tecnologia e inovação para dentro das escolas. Hoje em dia, é isso que os alunos querem: colocar a mão na massa”, argumenta.

Ela espera encontrar mais alunos visitando o evento no fim de semana. “Estamos na Black Friday, então, todo mundo está correndo para os shoppings. A gente acredita que no sábado e no domingo o público venha”, comenta.

A feira conta com o apoio do Governo do Distrito Federal (GDF), em parceria com as Secretarias da Educação, Cultura, Desenvolvimento Social, Esportes, Juventude, e Turismo.
 
 
 
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade