Publicidade

Correio Braziliense

Deputado viraliza ao dizer que ministro não tem capacidade para cargo

Comentário de Idilvan Alencar sobre Weintraub ocorreu ontem, na Câmara dos Deputados, onde o ministro foi convocado para explicar declarações polêmicas


postado em 12/12/2019 19:46 / atualizado em 12/12/2019 19:53

Viralizou na internet um vídeo em que o deputado Idilvan Alencar (PDT-CE) faz duras críticas ao ministro da Educação, Abraham Weintraub. O parlamentar questiona a revolução que Weintraub afirmou estar implementando. "O senhor está fazendo revolução? Nem o pessoal da mente drogada vai imaginar essa loucura que o senhor disse", exclamou.
 
Confira o vídeo: 
 
 
 
Alencar afirmou que a função de Weintraub é "meramente ideológica" e que o ministro criou um Twitter apenas para disseminar ódio e criticar as pessoas, além de bater boca com internautas. "Isso é uma coisa absurda", acusa.

"O senhor não tem condição técnica de estar nessa posição, não tem", declarou. Ademais, Alencar disse que o ministro não é respeitado pela classe política nem por professores, estudantes e reitores. Para finalizar, o deputado sugeriu que Weintraub deixe o cargo: "O senhor já disse que não é de aceitar recomendação pessoal, mas eu vou dar uma: acho que o senhor deveria aproveitar o Natal e pegar o beco", debochou.
  
O deputado do Ceará Idilvan Alencar(foto: Facebook/Reprodução)
O deputado do Ceará Idilvan Alencar (foto: Facebook/Reprodução)
 
 
A fala foi seguida por aplausos e o deputado explicou que, em sua terra natal, pegar o beco significa sair fora. "Eu também sou contra drogas e eu acho a sua gestão uma droga", concluiu. Durante a reunião de ontem, o ministro reafirmou que há plantações de maconha nas universidades.
 
Weintraub também disse que, apesar de ter sido chamado para falar sobre as declarações polêmicas que tem dado, ele "adoraria ter sido convidado para falar sobre a revolução no ensino" que acredita estar promovendo. Como exemplo, citou o incentivo à leitura do MEC (Ministério da Educação) e "o melhor Enem [Exame Nacional de Ensino Médio] de todos os tempo". 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade