Publicidade

Correio Braziliense

Matrículas da rede pública são divulgadas pelo Censo Escolar 2019

Outras informações, como sinopses estatísticas, estarão disponíveis em janeiro. Números foram publicados no Diário Oficial da União


postado em 30/12/2019 16:18 / atualizado em 30/12/2019 16:29

Números definitivos referentes à matrícula inicial nas escolas públicas brasileiras em 2019 estão disponíveis no site. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou, no Diário Oficial da União (DOU), desta segunda-feira (30/12) informações sobre os registros escolares. O resultado completo do Censo Escolar será divulgado no fim de janeiro de 2020 e informará sinopses estatísticas e microdados de todas as redes de ensino.


Os números disponibilizados pelo DOU referem-se à rede pública na educação infantil, no ensino fundamental e médio (incluindo o médio integrado e o magistério), no ensino regular e na educação de jovens e adultos (EJA) fundamental e médio (incluindo a EJA integrada à educação profissional), além dos dados de matrículas exclusivas da educação especial na rede pública. 
 

Números locais e nacionais

Chama a atenção a grande discrepância entre as matrículas de período integral e parcial: a maior parte dos alunos brasileiros ainda estuda apenas meio período. Na educação regular, no Distrito Federal, o censo registrou 518 matrículas em creches em período parcial, das quais 58 são na zona rural. Também houve 206 matrículas de creche em período integral, das quais 44 em áreas rurais. Na pré-escola, foram 770 matrículas integrais e 43.875 parciais.

O censo contabilizou 131.995 alunos matriculados nos anos iniciais do ensino fundamental em regime parcial, além de 12.638 no regime integral. Nos anos finais do ensino fundamental, foram 113.552 matrículas parciais e 6.714 integrais. No ensino médio, foram 76.520 matrículas de alunos estudando em sistema parcial e 1.930 em regime integral. A educação de jovens e adultos (EJA) presencial teve um total de 22.907 matrículas de ensino fundamental e 16.915 de ensino médio. Os números se referem apenas a unidades de ensino públicas locais de ensino regular.

Nacionalmente, o Inep registrou mais de 1 milhão de matrículas em creche em período parcial e 1,3 milhão em período integral. Na pré-escola, foram 3,5 milhões de alunos parciais e 374.539 integrais. Nos anos iniciais do ensino fundamental, o sistema parcial teve 10,4 milhões de matrículas, enquanto o integral teve 1,2 milhão. Nos anos finais do ensino fundamental, foram 8,6 milhões de matrículas parciais e 1 milhão integrais. No ensino médio, somaram-se 5,5 milhões de matrículas parciais e 655.768 integrais. A EJA teve 1,6 milhão de matrículas no ensino fundamental e 960.852, no ensino médio.

Saiba mais

Anualmente, a versão preliminar do Censo Escolar é publicada no Diário Oficial da União e tem um prazo de 30 dias para alterações cabíveis. Secretarias de educação e a comunidade podem conferir os dados e pedir mudanças se necessário. Após o período, as informações são validadas e publicadas, de maneira definitiva, no Diário Oficial da União. 

O que é Censo Escolar?

É uma pesquisa estatística da educação básica brasileira. Coordenado pelo Inep, o Censo Escolar é realizado em regime de colaboração entre a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios. A pesquisa coleta informações de todas as escolas públicas e privadas como turmas, gestores, profissionais e alunos de todas as etapas e modalidades de ensino.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade