Publicidade

Correio Braziliense

Itaú Social disponibiliza conteúdo para gestores da educação

Material técnico vai ajudar as secretarias municipais e estaduais a enfrentar os desafios gerados pela covid-19


postado em 18/05/2020 23:08 / atualizado em 19/05/2020 14:21

Na terça-feira (19/5), o Itaú Social irá disponibilizar, no site, um conteúdo para tirar dúvidas de gestores da educação sobre temas relacionados à administração e mitigação de problemas após a pandemia do novo coronavírus. Além disso, às 11h, a gerente de Implementação do Itaú Social, Tatiana Bello, apresenta uma live no Facebook sobre formação para gestores da educação. 
 
A gerente de Implementação do Itaú Social, Tatiana Bello, apresenta uma live sobre formação para gestores da educação (foto: Patrícia Stavis)
A gerente de Implementação do Itaú Social, Tatiana Bello, apresenta uma live sobre formação para gestores da educação (foto: Patrícia Stavis)
 
Na pandemia, os gestores da educação estão cheios de dúvidas. Como reorganizar o calendário letivo para cumprir seus dias e horas? Como garantir o acesso à alimentação escolar? Tem mais prazo para a prestação de contas? Quais contratos posso prorrogar e garantir o equilíbrio financeiro?

O material disponibilizado pelo Itaú Social auxilia secretarias municipais e estaduais, consórcios e arranjos de desenvolvimento a reorganizar processos relativos ao calendário letivo, alimentação escolar, prestação de contas e gestão financeira e de pessoas. Até o início de junho, outros temas também serão abordados.

A organização do conteúdo teve como base a experiência do Itaú Social com o Programa Melhoria da Educação, que proporciona formação continuada às equipes de secretarias de educação por meio de cursos, encontros formativos e assessorias técnicas. Somente em 2019, a iniciativa esteve presente em 356 municípios, com a participação de cerca de 4.600 gestores. 

Melhoria da Educação

O Programa Melhoria da Educação proporciona formação continuada às equipes que atuam na gestão pedagógica e na gestão administrativa dos municípios e estados, por meio de cursos, encontros formativos e assessorias técnicas. Tem o propósito de fortalecer as secretarias municipais de educação na sua capacidade de garantir acesso, permanência e aprendizados para todos com equidade. 

A proposta está dividida em duas vertentes: municipal e regional. Na municipal, atua em cidades com até 500 mil habitantes, que tenham mais de 10 mil matrículas urbanas no ensino fundamental e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) abaixo da média nacional ou estadual. Já a regional, se dá por meio dos consórcios, Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADEs) e colegiados, ou na relação de estado com municípios, fortalecendo o regime de colaboração.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade