Ensino_EducacaoBasica

Diretores serão ouvidos sobre retorno das aulas a partir de junho

A consulta foi aberta pela Regional de Ensino do Plano Piloto. Os gestores devem opinar sobre as estratégias de preparação para a volta do ano letivo

Eu, Estudante
postado em 19/05/2020 22:27
 (foto: Dênio Simões/Agência Brasília)
(foto: Dênio Simões/Agência Brasília)
A Unidade Regional de Educação Básica do Plano Piloto (UNIEB-PP) está divulgando desde segunda-feira (18) uma circular da Coordenação Regional de Ensino do Plano Piloto solicitando a opinião dos gestores das escolas da cidade sobre estratégias de preparação para a volta às aulas presenciais após o fim do decreto no dia 31 de maio.
Circular endereçada às unidades escolares do Plano Piloto solicita que as sugestões, dúvidas e estratégias para a reabertura sejam enviadas pelos diretores

O documento, assinado pela chefe da Unidade Regional de Educação Básica do Plano Piloto (UNIEB-PP), Edlene Maria Muniz, chama atenção para o fim do período estabelecido pelo Decreto 40. 539/2020, divulgado pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, em 19 de Março.

;Sabemos que esse prazo pode ser estendido, porém precisamos nos planejar para o retorno independentemente do prolongamento do decreto. Portanto, essa UNIEB-PP acredita que a participação de todos nesse planejamento é essencial para o sucesso;, diz o documento que recebeu o título ;Dúvidas e sugestões para retorno às aulas presenciais;.

A circular endereçada às unidades escolares do Plano Piloto solicita que as sugestões, dúvidas e estratégias para a reabertura sejam enviadas pelos diretores em forma de documento externo (.pdf) ou em forma de despacho. ;Para que possamos juntos resolver as particularidades de cada atendimento. Certos do desa%uFB01o para esse novo momento na Educação, acreditamos que juntos faremos o melhor para nossos estudantes e professores, prezando sempre pela segurança de cada um;, completa.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação