Publicidade

Correio Braziliense

Cebrac libera cursos on-line para estudantes das redes pública e privada

Os cursos já estão disponíveis desde 18 de maio. Além dos cursos gratuitos, jovens e adultos, são encaminhados para oportunidades de emprego


postado em 01/06/2020 18:30 / atualizado em 01/06/2020 20:25

O Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac) está com mais de três cursos gratuitos que estão em alta no mercado de trabalho. Além dos cursos gratuitos, jovens e adultos, também serão encaminhados para oportunidades de emprego por meio da agência Cebrac Empregos. Os cursos estão disponíveis desde 18 de maio.

Cebrac disponibiliza cursos on-line e gratuitos(foto: Cebrac/Divulgação)
Cebrac disponibiliza cursos on-line e gratuitos (foto: Cebrac/Divulgação)
As três áreas com alta demanda na pandemia com cursos gratuitos são:

1)  Desenvolvedor Web: Além dos conteúdos técnicos, nesse curso são passados detalhes das vagas que o mercado de tecnologia está demandando. O conteúdo pedagógico contempla criação de app, games e e-commerce e além disso planejamento da carreira. Os estudantes são encaminhados para oportunidades de postos de trabalho pela agência Cebrac Empregos. Para ter acesso ao curso de qualificação gratuito de tecnologia, acesse 

2)  Atendente de Farmácia: Outro setor que aumentou a procura por profissionais, neste período de pandemia, foram as rede de drogaria. No curso gratuito, o aluno já sai com o seu certificado digital e pode angariar colocações como atendente nas drogarias. Também são ensinados técnicas para cuidador de pessoas e idosos com instrução de primeiros socorros. Para ter acesso ao curso, acesse

3) Gerenciamento de Logística: A logística ganha ainda mais força devido a este novo hábito de consumo e de vida a distância durante a pandemia. O rodízio de carros nas grandes capitais também tornam a carreira ainda mais desafiadora. Por isso, a demanda por técnicos de logística cresceu. No curso, são ensinados controle de custos, gestão de estoque, entre outros conhecimentos técnicos. Os jovens também são direcionados a possíveis vagas por meio da agência de emprego Cebrac. Para acessar o curso, basta clicar no link

De acordo com o Ministério da Economia, devido a pandemia da covid-19, cerca de 1 milhão de brasileiros perderam os seus empregos entre o período da primeira semana de março e a primeira quinzena de abril. Um aumento de 150 mil em relação ao mesmo período do ano passado. 

As Pequenas e Médias empresas (PMEs) são responsáveis por empregar 52% dos trabalhadores com carteira assinada e só elas tiveram um impacto de 117 mil lojas fechadas pela quarentena. Além das PMEs, outra categoria afetada foi o Microempreendedor individual (MEI), e 40,7% das atividades dos MEIs tiveram de ser interrompidas. Estes últimos dados são do relatório do Google referentes ao período de março e abril.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade