Ensino_EducacaoBasica

Mais da metade das escolas públicas do DF foram higienizadas

A desinfecção começou em 27/7 e passou por mais de 300 escolas da rede pública de ensino do DF. Até 14 de agosto, a meta é higienizar 686 unidades

Eu, Estudante
postado em 03/08/2020 17:38
Com a volta às aulas presenciais marcada, a desinfecção e higienização das escolas públicas do Distrito Federal contra a Covid-19, que começou na última segunda-feira (27), segue em ritmo acelerado para que a retomada de atividades nas unidades ocorra de forma segura. Somente na primeira semana, as equipes do programa Sanear DF desinfectaram 355 escolas.
A desinfecção das escolas públicas começou em 27/7, e, ao todo, 355 escolas foram limpas

Até a última sexta-feira (31) todas as escolas de Samambaia, Gama, Guará, Estrutural, Taguatinga, Recanto das Emas, Santa Maria, Candangolândia e Lago Sul tinham sido higienizadas pelas equipes.

Até 14 de agosto, a meta é preparar 686 escolas do Distrito Federal. A sanitização das unidades escolares ocorrerá a cada 15 dias, em ciclos. Quando chegar à última escola, retornará para a primeira e assim por diante até o fim do ano letivo.

A ação de desinfecção é uma parceria da Secretaria de Educação com a Secretaria de Estado de Governo do DF, por meio da Secretaria Executiva das Cidades e da Diretoria de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde do DF.


Retorno presencial


O retorno das atividades na capital federal ocorrerá de forma híbrida, sendo assim, metade da turma irá à escola em uma semana enquanto os demais terão aulas remotas pela plataforma Google Sala de Aula. Na semana seguinte, as turmas se invertem.
O retorno dos estudantes começa a partir de 31 de agosto, iniciando pela Educação de Jovens e Adultos (EJA) e pela educação profissional. Em 8 de setembro, será a vez do ensino médio.

Retornam, em 14 de setembro, os estudantes dos anos finais do ensino fundamental. Em 21 de setembro, voltam os anos iniciais.

A retomada para os alunos da educação infantil está marcada para 28 de setembro, enquanto para os centros de ensino especial, a educação precoce e as classes especiais, as atividades presenciais retornam em 5 de outubro.

Só continuam com as atividades remotas os centros interescolares de línguas e as escolas parque.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação