Ensino_EducacaoBasica

Contra o coronavírus, 97 escolas públicas de Ceilândia serão higienizadas

A iniciativa é de autoria da Sanear-DF e tem o objetivo de preparar as dependências escolares para a retomada do ensino presencial. Das 686 escolas públicas espalhadas pelo Distrito Federal, 355 foram sanitizadas em apenas uma semana.

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 03/08/2020 20:45
São cerca de 70 agentes divididos em 15 equipes d que utilizam hipoclorito de sódio, princípio ativo da água sanitária, para combater o coronavírusNesta segunda-feira (3/8), a Escola Classe 12, localizada na Ceilândia, foi higienizada para combater o novo coronavírus. O programa Sanear-DF, responsável pela ação preventiva, realizará a limpeza das 97 escolas públicas da cidade. A medida visa preparar os ambientes para a retomada das atividades presenciais.

Das 686 escolas públicas espalhadas pelo Distrito Federal, 355 foram sanitizadas em apenas uma semana nas seguintes regiões administrativas: Candangolândia, Estrutural, Gama, Guará, Lago Sul, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria e Taguatinga.

A sanitização das unidades escolares ocorrerá a cada 15 dias, em ciclos. Quando chegar a vez da última escola, o serviço retornará para a primeira, e assim por diante, até o fim do ano letivo.

Mesmo sem alunos, os colégios continuam recebendo servidores e pais de estudantes que buscam atividades para os filhos, além da Cesta Verde, arranjo composto de frutas e vegetais, juntamente com produtos básicos não perecíveis.

Ao todo, 15 equipes do Sanear-DF atuam nas escolas do DF. São cerca de 70 agentes que utilizam hipoclorito de sódio, princípio ativo da água sanitária, para combater o coronavírus. Além da higienização, outras precauções serão aplicadas como tapetes sanitizantes, álcool gel, máscaras, lavatórios e armários que desinfeccionam atividades recebidas por professores.

O primeiro colégio a receber a ação foi o Centro de Ensino Médio Urso Branco, no Núcleo Bandeirante. O programa foi proposto pela Secretaria Executiva das Cidades e pela Diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde (Dival), em virtude do Decreto n; 40.550, de 23 de março de 2020.

Também fazem parte desse projeto as administrações regionais do DF; as secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação e DF Legal; o Serviço de Limpeza Urbana (SLU); o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF); o Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF); e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

Com informações da Secretaria de Educação



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação