Publicidade

Correio Braziliense

PFDC pede esclarecimentos de exclusão de cursos em programa do CNPq

Os alunos prejudicados são de humanas e de ciências sociais


postado em 22/05/2020 19:56 / atualizado em 22/05/2020 22:31

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC/MPF) solicitou ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) informações sobre a exclusão dos cursos de humanas e ciências sociais das áreas de tecnologia prioritárias aptas a receberem bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

PFDC pede esclarecimentos de exclusão de cursos de humanas em bolsas do CNPq(foto: Reprodução/Internet)
PFDC pede esclarecimentos de exclusão de cursos de humanas em bolsas do CNPq (foto: Reprodução/Internet)

 

De acordo com representação encaminhada à PFDC por estudantes de diversas instituições de ensino superior, teria sido publicada no site do CNPq a nota intitulada “Iniciação Científica: nova chamada”, descrevendo as áreas de tecnologia prioritárias que receberiam bolsas de iniciação científica no período 2020 a 2021. 

A diretriz teria sido definida pelo MCTIC por meio da Portaria nº 1.122/2020. Segundo o art. 2º desse normativo, estariam excluídos os cursos de ciências humanas e sociais do financiamento de bolsas de Iniciação Científica do CNPq, exceto se fossem vinculados às ciências tecnológicas estratégicas, habilitadoras, de produção, para desenvolvimento sustentável e para qualidade de vida.

Em ofício enviado na quinta-feira (14) ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat, destaca a nota pública emitida pela Universidade Federal de Pernambuco aconselhando a revisão da medida e ressalta que o artigo 207 da Constituição Federal assegura às universidades autonomia didático-científica, caracterizada pela liberdade plena na definição de currículos, enfoques e abordagens.

A PFDC pede que sejam informadas as razões pelas quais as áreas de humanidades e ciências sociais não foram listadas nas áreas prioritárias, aptas a receberem bolsas de pesquisa de iniciação científica.

As informações deverão ser encaminhadas ao órgão do Ministério Público Federal até o início da próxima semana.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade