Ensino_EducacaoProfissional

Caravana da Juventude Negra oferta cursos de capacitação profissional

Com 1.250 vagas para as oficinas gratuitas e on-line, a 3ª edição do projeto brasiliense divide as oportunidades em nove áreas ligadas ao mercado cultural

Eu, Estudante
postado em 23/06/2020 17:20
 (foto: Divulgação/Caravana da Juventude Negra)
(foto: Divulgação/Caravana da Juventude Negra)
O Instituto Blaise Pascal, em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, promove a 3; edição da Caravana da Juventude Negra. Com o intuito de capacitar e proporcionar o ingresso de jovens negros no mercado de trabalho, o projeto oferta 1.250 vagas para diferentes cursos e oficinas gratuitas e que serão feitas de virtualmente. As aulas terão início em 27 de junho.

As inscrições podem ser feitas por meio de formulário disponibilizado no site oficial da iniciativa https://www.caravanadajuventude.com.br. Na página é possível acompanhar a programação de cada oficina. Ao fim de cada curso/oficina, será oferecido um certificado que comprova a conclusão.

Oficinas on-line e gratuitas começam em 27 de junho

Entre as oficinas e cursos, há técnicas e dicas de maquiagem, culinária, aulas de fotografia, dança de rua, oficinas de DJ, formação de youtuber, aulas de informática, formação de modelos e gerenciamento de carreira. Entre os professores, estão produtores culturais, chefes de culinária, docentes de universidades federais, rappers, dançarinos, atores e fotógrafos.

Os cursos são gratuitos e destinados àqueles que vislumbram uma carreira artística ou que desejam ingressar em uma profissão atrelada ao mercado da arte. Em respeito ao momento delicado que o Brasil enfrenta, por conta da pandemia de coronavírus, todas as aulas serão feitas em uma plataforma on-line que será mediada pelos professores.

Shows e premiação

Complementando a oferta de cursos e oficinas, a Caravana da Juventude Negra disponibilizará espaços para a transmissão de 40 liveshows de bandas e artistas independentes, promovendo toda estrutura técnica para captura e transmissão no canal oficial do projeto no Youtube. Após a apresentação, uma votação será feita para escolher os 10 melhores produtos audiovisuais que serão premiados com a produção e gravação de videoclipes.

Espaço para o afro-empreendedor

Buscando dar mais visibilidade ao empreendedor local, o projeto oferece a produção e disponibilização de material visual para a divulgação de marcas, produtos, serviços e mão de obra em diferentes regiões de Brasília. Todas as marcas e profissionais serão expostos em uma plataforma interativa no site do projeto, facilitando a busca da população. Wagner Castilho ressalta que esse espaço ;permite a visibilidade do empreendedor negro, ressaltando a importância e qualidade da sua força de trabalho;.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação