UnB define 12,5% das vagas para cotas sociais

Com a decisão, total de vagas destinadas aos estudantes de escolas públicas e a negros será de 32,5%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/10/2012 18:58 / atualizado em 11/10/2012 20:31

A Universidade de Brasília (UnB) definiu a destinação de 12,5% das vagas oferecidas no próximo vestibular da instituição aos alunos de escolas públicas. A votação ocorreu durante reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), na tarde desta quinta-feira (11/10). A deliberação vai ao encontro do percentual mínimo determinado pelo Ministério da Educação em relação à nova Lei de Cotas das universidades públicas brasileiras.


A proposta foi aceita com a ressalva de que fosse criada uma comissão que acompanhará o auxílio aos estudantes que entrarão na próxima seleção da instituição. Ficará a cargo do Decanato de Ensino de Graduação (DEG) criar e compor a comissão.

Conselheiros da mesa discutiram o possível aumento da evasão dos alunos e lembraram que a universidade adota outras formas de cotas — as raciais e as indígenas — e questionaram a capacidade da instituição de manter, por exemplo, o auxílio a estudantes de baixa renda.

Cotas raciais e indígenas
Tanto o processo de cotas raciais quanto indígenas da UnB devem funcionar até 2014. Atualmente, são reservados 20% das vagas da universidade para alunos de cotas raciais. Com a nova definição, 32,5% das vagas da universidade serão destinadas aos dois sistemas de cotas. A seleção de indígenas é feita em parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a oferta de cursos varia a cada semestre, de acordo com as demandas das comunidades indígenas.

O decano de Ensino de Graduação da UnB, José Américo Soares Garcia, explica que o Cepe não tem autonomia para deliberar as porcentagens dessas outras cotas da universidade. “Apenas o Consuni (Conselho Universitário) pode discutir mudanças nessas cotas, mas acredito que isso não deva ocorrer“, avalia Garcia. Não está agendada nenhuma reunião do Consuni para discutir o assunto

Em 2014, novas reuniões deverão avaliar se os programas de cotas raciais e indígenas obtiveram sucesso, se alcançaram os objetivos do programa e se devem ou não permanecer existindo.

Datas de prova
As datas de realização das provas da terceira etapa do Programa de Avaliação Seriada (PAS) e do primeiro vestibular de 2013 da UnB ainda podem ser alteradas. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe), responsável por organizar e aplicar as provas, esclarece que é preciso aguardar a publicação do decreto do MEC para, depois, lançar novos editais com as datas corretas.