DCE da UnB realiza eleições nesta terça (12) e quarta (13)

Nova gestão da entidade, escolhida pelos alunos, seguirá no cargo por um ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/06/2018 14:17 / atualizado em 12/06/2018 14:40

Nesta terça (12) e quarta-feira (13), o Diretório Central do Estudantes (DCE) da UnB Honestino Guimarães elege os representantes para a próxima gestão. Ao todo são cinco chapas, que todos os estudantes da graduação e da pós-graduação podem escolher. 

Edilson Rodrigues/CB/D.A Press
São 23 pontos de coletas de votos espalhados pelos quatro câmpus da UnB (Darcy Ribeiro, Ceilândia, Gama e Planaltina). As urnas funcionarão a partir das 8h até às 23h.

Além da  escolha da gestão do DCE, os estudantes também elegerão o representante discente (RD) para participar das decisões dos órgãos colegiados superiores da instituição: Conselho Universitário (Consuni); Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) e Conselho de Administração (CAD).

As chapas que concorrem são: chapa 1, composta pelo Movimento Resistência Universitária (MRU); chapa 2, da Aliança pela Liberdade; chapa 3, Ousar, Lutar, Universidade Popular!; chapa 4, João Marcelo; e chapa 5, Unidade para Resistir. A chapa 3 concorre exclusivamente para DCE. Já a chapa 4 disputa apenas o cargo de RD.

A apuração dos votos começará na madrugada da quinta-feira (14). A decisão será por maioria simples, sem segundo turno. A posse ocorre em 29 de junho, às 12h, no anfiteatro 11, no prédio do Instituto Central de Ciências (ICC), câmpus Darcy Ribeiro. As chapas eleitas seguem no cargo pelo período de um ano.

Conheça cada uma das chapas: 

Chapa 1 – Reação Universitária

“Pautaremos sempre uma UnB empreendedora, moderna e plural, longe das amarras dos autoritários. Lutaremos e trabalharemos por uma Universidade livre, moderna e plural em todos os âmbitos, afirmando nosso compromisso com a excelência acadêmica, com a expansão, desburocratização e reestruturação do tripé universitário; e com a capacitação profissional, integral e humana do estudante.”

*Informações extraídas do site do Movimento Reação Universitária.
 

Chapa 2 – Aliança pela Liberdade

“A principal bandeira que defendemos é a da autonomia orçamentária. A Universidade não pode ficar refém de uma crise como a que está acontecendo. Somos uma chapa que se pauta em questões pragmáticas, na busca por resolver o problema do estudante. A chapa é liberal, mas dialoga com pessoas de outras vertentes ideológicas. Nosso grupo é apartidário e não responde por nenhuma sigla, embora seus membros possam ter filiações.” 

André Costa, presidente da chapa e estudante de Engenharia Elétrica.

Chapa 3 – Ousar, Lutar por Uma Universidade Popular!

“Nós, da chapa 3, acreditamos na construção de uma universidade popular, enfatizando a necessidade de se lutar por políticas que possibilitem o acesso e a permanência dos estudantes. Partimos de uma análise teórico-ideológica que visa a emancipação dos povos, que é contrária ao capital e ao imperialismo norte-americano, que avança na sua política de mercantilização da vida humana, e a favor de uma luta da classe trabalhadora por uma nova sociedade: livre de toda e qualquer forma de exploração, opressão e dominação.”

Gabriela Rodrigues, estudante de Serviço Social.

Chapa 4 – João Marcelo

“Defendemos o direito social à educação e o pleno funcionamento da UnB. Conjugamos duas tarefas: a global, assegurando a manutenção e a expansão do ensino superior público, gratuito e de qualidade; e a específica, trabalhando pela melhoria da infraestrutura dos campi e condições adequadas para que o estudante saia da UnB apto ao exercício da cidadania ativa e para o mercado de trabalho. Manterei a postura assídua e responsável que tive nos dois anos que representei os estudantes no Consuni, fiscalizando os gastos da Universidade e apresentando as demandas dos estudantes.”

João Marcelo Cunha, estudante de Ciências Sociais.

Chapa 5 – Unidade para Resistir

“Somos uma chapa de unidade de campos políticos progressistas, formada por 11 coletivos de juventude e também por estudantes independentes. A unidade programática está voltada para a defesa de uma universidade pública, de qualidade e gratuita. Temos um programa consolidado por muitas mãos. Defendemos o controle público da universidade em nível nacional, buscando não só a revogação da emenda constitucional 95, como também das demissões de estagiários e terceirizados da UnB. Buscamos ainda a consolidação do Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes).”

Matheus Carvalho, estudante de Comunicação Organizacional.

Saiba onde votar:

Faculdade de Ciência da Informação (FCI) - cursos de Biblioteconomia, Arquivologia e Museologia.

Bloco de Salas de Aula Sul (BSAS) - Biotecnologia, Biologia, Engenharia Química, Psicologia, Química Tecnológica e Ciências Ambientais.

ICC Sul - Agronomia, Geofísica/Geologia, Gestão do Agronegócio, Veterinária, Letras e Física.

ICC Norte - Arquitetura, Computação, Economia, Sociais, Matemática, Serviço Social e Design; Comunicação, História, Geografia e Filosofia 

Pavilhão João Calmon (PJC) - Administração, Ciência Política, Contabilidade, Estatística, Relações Internacionais e Gestão de Políticas Públicas.

Faculdade de Direito (FD) - Direito.

Faculdade de Tecnologia (FT) - Engenharias Elétrica; de Redes de Comunicação; de Computação; Florestal; Mecânica; de Controle e Automação; Civil; Ambiental; de Produção.

Instituto de Artes (IdA) - Cênicas, Música e Visuais.

Faculdade de Educação (FE) - Pedagogia.

Centro de Excelência em Turismo (CET) - Turismo.

Faculdade de Ciências da Saúde (FS) - Enfermagem, Saúde Coletiva, Nutrição, Odontologia e Medicina.

Faculdade de Educação Física (FEF) - Educação Física.

Faculdade de Ceilândia (FCE) - Terapia Ocupacional, Enfermagem, Saúde Coletiva, Fonoaudiologia, Farmácia e Fisioterapia.

Faculdade do Gama (FGA) - Engenharias Aeroespacial; Automotiva; de Energia; de Software e Eletrônica.

Faculdade de Planaltina (FUP) - Licenciatura em Educação do Campo, Gestão de Agronegócios, Gestão Ambiental e Ciências Naturais.

 *Com informações da Secom/ UnB 
Tags: unb dce