UnB e embaixada da Coreia do Sul inauguraram Instituto Rei Sejong

Unidade brasiliense do instituto promoverá atividades de integração entre país asiático e o Brasil. A partir de 6 de agosto, curso de línguas estará aberto a matrículas para alunos da universidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/08/2018 21:31 / atualizado em 07/08/2018 21:02

O Instituto Rei Sejong foi inaugurado nesta sexta-feira (3) na Universidade de Brasília (UnB). Iniciativa conjunta da embaixada da República da Coreia, Sociedade Korea Brazil (Kobras) e universidade, o instituto visa a promoção da cultura e da língua coreana ao redor do mundo.

Para a bióloga Márcia Nascimento, 26 anos, e a psicóloga Kelly Tirelli, 25, muitas oportunidades boas para os apreciadores da cultura e da língua coreana surgirão com a inauguração do instituto na UnB. “Nós fazemos aulas de dança na embaixada e viemos a convite dela. É um momento único, pois, em Brasília, não há tanta informação e atividades relacionadas à Coreia. Normalmente, fica tudo concentrado em São Paulo (SP)”, relata Márcia. A partir de 6 de agosto, alunos da UnB poderão se inscrever no curso de língua coreana através do site do instituto. A partir do ano que vem, a atividade será ofertada também para interessados fora da comunidade acadêmica.
 
Eduarda Esposito

Kelly conta que a presença do instituto na capital do país favorece aumento natural nas oportunidades de intercâmbio. “Foi algo bem pensado e organizado. Para quem gosta da cultura coreana, ter um lugar que ofereça os meios de informação e acesso à língua é ótimo. Além disso, proporciona a chance de ir para a Coreia através de bolsas de estudos. Como o embaixador disse, estreitar os laços entre os países”, conta. Vinculado ao Ministério da Cultura, Esporte e Turismo da Coreia, o instituto possui outras três unidades, uma no Rio Grande do Sul (São Leopoldo) e duas em São Paulo (São Paulo e Campinas).

 

Instituto aproxima Brasil e cultura sul-coreana

A inauguração ocorreu no anfiteatro 10 do campus Darcy Ribeiro, localizado no Instituto Central de Ciências Sul (ICC). Na solenidade, estavam presentes Shin Won Choi, presidente da Sociedade Korea Brazil (Kobras), e Chan-woo Kim, embaixador coreano no Brasil, além da reitora da UnB Márcia Abrahão. Os representantes louvaram a presença do instituto como elo entre a cultura asiática e a capital federal.

Márcia explica a importância da parceria. “A universidade dá mais um passo robusto em termos de internacionalização e na relação com outros países. É um orgulho para a UnB ter sido escolhida para sediar o Rei Sejong. Trata-se da única sede fora do eixo Sul-Sudeste e, para os nossos estudantes, é uma oportunidade para se abrirem mais, aprenderem mais uma língua e se colocarem de forma mais competitiva tanto no mercado de trabalho quanto no mundo acadêmico”, informa.

Beto Monteiro/Secom UnB

Artistas mostram cultura sul-coreana em apresentação de dança e canto

Após a cerimônia de abertura, o casal de artistas Aeri Park e Hyun-joon Nam apresentaram números de dança e canto. Na apresentação, eles demonstraram como a música tradicional e a dança moderna, como o hip-hop, podem combinar e se completar. Os artistas haviam programado apenas duas canções, mas, por conta da animação da plateia, fizeram mais dois números, com direito a improvisação com o bater de palmas da plateia.



 

Fotógrafo brasileiro mostra o olhar do estrangeiro sobre a Coreia

Além as falas e apresentações, o fotógrafo brasileiro Bruno Giglio expôs o trabalho dele no ICC sul. Ele conta que mudou-se para a Coreia para estudar comércio exterior na Universidade de Seul e acabou se apaixonando pela cultura. O fascínio foi tanto que passou a fotografar o dia a dia da população, sempre com o olhar atento e expressivo. “Nós batizamos essa série de fotos de ‘Um olhar brasileiro sobre a Coreia’, justamente porque a encaramos como um claro exemplo dessa relação de amizade entre o povo brasileiro e sul-coreano, que está cada vez mais forte. É também a chance de mais brasileiros conhecerem nossas belezas mais de perto”, explica o embaixador coreano, Chan-woo Kim.


Aprendendo coreano na UnB

A partir de 6 de agosto, alunos da UnB poderão se inscrever no curso do Instituto Rei Sejong. Acompanhe em www.unbidiomas.unb.br/bit.ly/institutosejong.



*Estagiária sob a supervisão da editora Ana Sá*