Revisão e resolução de simulados é principal dica na reta final para o PAS

A avaliação ocorre no próximo domingo (9) e os alunos encaram a reta final da preparação para ingressar na UnB

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/12/2018 06:00 / atualizado em 03/12/2018 21:43

Letícia Takada/ Esp. CB/DA Press

A espera está chegando ao fim, enquanto a ansiedade só aumenta. Esta é a última semana antes da realização do Programa de Avaliação Seriada (PAS). O exame será aplicado no próximo domingo (9/12) e os alunos do ensino médio encaram a reta final de preparação. O teste destina-se, após as três etapas, aplicadas no fim de cada ano dessa fase do ensino, ao preenchimento de 4.222 vagas nos cursos ofertados pela Universidade de Brasília (UnB). 

A seis dias do exame, os alunos devem preocupar-se com sua saúde física e psicológica, como alerta Bruno Borges, orientador sobre editais e processos seletivos no Leonardo da Vinci. “Neste momento, o estudante deve focar no tripé: resolução de provas anteriores, revisão das obras cobradas e resolução de simulados, sempre observando o resultado para avaliar seu desenvolvimento.” 

A recomendação é que nas 48 horas que antecedem a avaliação, o jovem desfrute momentos de lazer junto a amigos e familiares. “É interessante enfatizar o contato com o que chamamos de repertório social histórico, vendo filmes e documentários que dialoguem com a etapa do PAS. Também, que ele faça atividades físicas leves, como uma caminhada, se expor ao sol, em um dia no clube com a família, por exemplo. O estudante precisa compreender que estas ações de se desligar são importantes para o seu desempenho. Não é apenas o ócio pelo ócio”, diz Bruno.

O coordenador também aconselha que os alunos se hidratem no dia do exame. “É comprovado que o estado de hidratação colabora com o desempenho do aluno. Ele deve ingerir bastante água no dia e no momento da prova, não deve sentir vergonha em ir encher a garrafinha quantas vezes forem necessárias. Inclusive, é muito positivo que ele levante, se alongue e espaireça por alguns minutos, o nível de concentração é melhorado quando há estes descansos ao longo da avaliação”, esclarece o especialista.

Para fazer uma boa prova, o grupo de amigos, estudantes do Galois, Luiza Corá, 15 anos, Matheus Oliveira, 16 anos, Luiza Helena, 15 anos e Giovana Mascarenhas, 15 anos, estudam no contraturno da aula. Em relação à peça eles leram o script e, segundo Luiza Corá, “a temática é muito interessante, principalmente por ser relacionado com as eleições, um tema que esteve muito presente no dia a dia”.

“A prova tem um peso menor e acaba sendo mais fácil. Além disso, com o estudo regular e dedicação, é possível tirar uma nota boa”, ressalta Giovana. Luiza Helena ainda acrescenta que fez apenas um pequeno curso para aprender a fazer a prova.

Sem ter a Universidade de Brasília (UnB) como primeira opção, Matheus Oliveira, ainda assim, considera a prova importante. “É um meio de nos avaliar e poder melhorar cada vez mais”, explicou. Os estudantes ainda disseram que um terço da turma fez a prova do Enem como mais uma maneira de treinar para os vestibulares. 
 

Pela primeira vez

 
Neste ano, pela primeira vez, uma peça brasiliense integra a lista de obras obrigatórias cobradas no PAS. A escolhida foi A Advogada que viu Deus, o Diabo e depois voltou para a Terra, do grupo teatral G7, e está prevista na relação da 1ª etapa, ou seja, para aluno do 1º ano do ensino médio. O enredo conta a história de uma advogada contratada para defender uma causa quase impossível: reverter um contrato feito entre um ministro do STF e o diabo.
 
O jovem jurista vendeu sua alma em troca de sucesso profissional e arrependeu-se do trato antes de sua morte, então, convida Maria Vitória para atuar em sua defesa. Para isto, o ministro Jeová Pereira Mendes envenena a advogada, único meio encontrado para que ela pudesse confrontar o demônio. 

A peça não está em cartaz, mas foi disponibilizada no site da companhia. Ela foi escrita em 2003, mas foi em 2012 que recebeu uma nova roupagem. Autor e ator da peça, Rodolfo Cordón, conta que o espetáculo traz referências importantes para a construção educativa dos jovens estudantes. “Nossa peça é um exemplo de comédia grega, pois propomos uma reflexão sobre os valores da vida, junto à crítica ao sistema político e à sociedade. Nos inspiramos em Goethe, Dante Alighiere, Gregório de Matos e aliamos a temas atuais”, diz. 

Para Rodolfo, ser escolhido pela UnB, além de ter sido uma grande surpresa, foi uma imensa felicidade. “Uma instituição séria como a UnB, da qual eu já fiz parte, me graduei em direito lá e foi graças ao PAS que eu ingressei na universidade, nos escolher é o reconhecimento de um bom trabalho. Esta foi a nossa melhor peça e acredito que ela tenha bastante a acrescentar aos estudantes”, opina o ator.

A obra de cunho satírico questiona os limites da satisfação profissional em relação às obrigações familiares. “A advogada quase morreu para defender uma causa, ela nem pensou que deixaria seu filho. Entretanto, quando ela volta à consciência e após conversar com Deus e com o diabo, ela não aceita o pagamento de seu serviço, deseja apenas aproveitar o tempo com sua família. É uma reflexão sobre as coisas realmente importantes”, destaca Rodolfo.  
 

Anote

» Consulta ao local de prova
Para saber onde fará a prova, o candidato precisa acessar o site www.cespe.unb.br/pas, selecionar o subprograma do qual faz parte e digitar o CPF

» Atenção ao horário
É importante chegar com uma hora de antecedência, ou seja, às 12h. Os portões se fecham às 13h. O tempo mínimo de prova é de uma hora e o candidato que sair antes disso será desclassificado

» Itens proibidos
Livros, anotações, régua, relógio, calculadora, celular, tablet, óculos escuros, boné, gorro, lápis, lapiseira, marca-texto e borracha são alguns dos itens proibidos. A lista completa está disponível no edital da seleção

» Itens permitidos
O único material permitido é a caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente. Se for necessário, serão distribuídas calculadoras
 
» Alimentos
É permitida a entrada com alimentos e bebidas, mas eles devem estar em recipientes transparentes. Se for um chocolate, por exemplo, é necessário tirá-lo da embalagem e transferi-la para um saco plástico incolor. As garrafinhas de água também devem ser transparentes 
 
» Documentos necessários
O candidato precisa levar um documento de identificação com foto, como a carteira de identidade ou o passaporte, a lista completa consta em edital. Cópia de identidade, carteirinha e certidão de nascimento não serão aceitos

» Tempo de prova
Os candidatos terão cinco horas para resolver as questões e fazer a redação. São 100 itens no PAS 1. O tempo ideal de elaboração da redação é de uma hora

» Resolução das questões
As de tipo A (certo ou errado) e C (múltipla escolha) são as únicas com fator de correção. O candidato pode — e deve — chutar as de tipo B (marcação de dezenas, centenas e unidades) e D (discursivas, com peso três) caso não tenha certeza da resposta

» Redação
É preciso ficar atento às regras básicas. O candidato deve respeitar, por exemplo, o tamanho do recuo de parágrafo e o número máximo e mínimo de linhas. No site do Cespe há um manual com todas as orientações
 
* Estagiárias sob supervisão de Mariana Niederauer