Assembleia de SP terá CPI de intervenção em universidades públicas

A comissão quer conter "gastos excessivos" e o "aparelhamento de esquerda" nas instituições de ensino superior públicas do estado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/04/2019 17:44 / atualizado em 22/04/2019 18:01

Deputados da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo criam Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para intervir nas universidades públicas do estado.
 
No Diário Oficial de São Paulo, o objetivo da nova CPI inclui "investigar irregularidades na gestão das universidades públicas". 
 
Rovena Rosa/Agência Brasil
 

Uma das metas da comissão, encabeçada pela base do governador João Doria (PSDB), será barrar o que alguns parlamentares chamam de "aparelhamento de esquerda" nas instituições de ensino superior públicas paulistas.

Também há a missão de conter gastos considerados excessivos com professores e funcionários. Os deputados devem discutir assuntos como escolha do reitor e repasse de recursos, os quais têm, até o momento, a autonomia universitária como garantia.
 
Outro tema que deve ser colocado em pauta é a questão de cobrar mensalidade de estudantes, proposta pelo Partido Novo.