Publicidade

Correio Braziliense

Comunidade da UnB participa de feira e fórum de internacionalização

Oportunidades de intercâmbio e bolsas de estudo, palestras e mesas-redondas são algumas das atrações. O RU oferece cardápio temático de culinária internacional durante os dias do evento


postado em 10/09/2019 19:17 / atualizado em 11/09/2019 17:24

Começou nesta terça-feira (10/9) e segue até quinta-feira (12/9) o 2º Fórum & Feira de Internacionalização da Universidade de Brasília (UnB). A programação, gratuita e aberta ao público, inclui palestras, conferências e mesas-redondas sobre internacionalização, além de estandes com representantes de diversos países, que podem dar orientações sobre oportunidades de estudo e bolsas no exterior. O evento ocorre no câmpus Darcy Ribeiro.

Representantes de instituições internacionais tiram dúvidas de alunos (foto: Audrey Luiza/Secom UnB)
Representantes de instituições internacionais tiram dúvidas de alunos (foto: Audrey Luiza/Secom UnB)
A feira fica na entrada do Instituto Central de Ciências (ICC) Sul (Udefinho). Os estandes ficaram no local das 9h às 18h nesta terça-feira (10/9) e voltam para o espaço das 12h às 20h na quarta-feira (11/0). As conferências plenárias, com pesquisadores da França e da Alemanha, são organizadas no Anfiteatro 10. Até o Restaurante Universitário (RU) entra na brincadeira, com cardápio temático durante os dias do fórum. No dia 10, a culinária oferecida é a Argentina. No dia 11, da Espanha. E, no dia 12, do Japão. 
 
A cada dia, o RU oferece um cardápio temático(foto: Audrey Luiza/Secom UnB)
A cada dia, o RU oferece um cardápio temático (foto: Audrey Luiza/Secom UnB)
 
É a chance de quem come sempre no local sair da monotonia e, até, degustar pratos desconhecidos. Júlia Teixeira, 20, está no quarto semestre de geofísica e está tentando mudar para biologia. Ela visitou a feira acompanhada da mãe, que apoia o interesse da filha de estudar fora. No momento, a jovem considera países como a Alemanha. 

Júlia se interessa por estudar na Alemanha (foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press)
Júlia se interessa por estudar na Alemanha (foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press)
“Eu tenho interesse em sair do país e não tenho muito interesse em voltar. A Alemanha é o destino pelo qual mais me interesso por diversos fatores, como a cultura”, revela. A universitária ainda não estuda alemão, mas deseja começar a aprender a língua assim que terminar o curso de inglês. “Se eu conseguir uma bolsa para ir para fora, será ótimo. Se não, dá para trabalhar e tentar ir de outros jeitos”, considera.  

De olho no Japão

Depois de cursar um semestre de medicina no Paraguai, o aluno de educação física Thiago Carrilho, 18 anos, mantém acesa a chama do interesse por estudar fora. Por isso, veio visitar a feira de internacionalização. “Eu gostaria de ir para o Japão ou para o Canadá”, conta. No país do sol nascente, o interesse seria por estudar Quioto ou Tóquio. “Visitei estandes do Santander, da própria UnB, do Canadá, do Japão, da STB (Student Travel Bureau) e quero visitar o da China”, descreve.

Thiago sonha com estudos no Japão ou no Canadá (foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press )
Thiago sonha com estudos no Japão ou no Canadá (foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press )
“A iniciativa é muito boa. É um insight a mais de ter uma ideia de como seria uma jornada fora do Brasil. A UnB está seguindo o rumo certo e espero que esse tipo de evento ocorra mais vezes”, elogia. Marcelo da Cruz Nascimento, 30 anos, recepcionou estudantes como Thiago no estande da Embaixada do Japão. Graduado em letras-japonês e, atualmente, cursando letras-espanhol, ele fez um intercâmbio de um ano no país do sol nascente com bolsa. 

“Como o programa era focado em língua japonesa, eu fiz uma prova do idioma na Embaixada do Japão em 2014. Eu precisava acertar pelo menos 50% e me saí até bem; então, fui indicado para o Governo do Japão”, conta. Ele ficou em na província de Gunma. “É mais ou menos próximo de Tóquio. Então, era uma região mais de interior, mas rodeada por locais mais badalados”, relata. A adaptação, ele conta, foi fácil, pelo fato de gostar da cultura e da culinária japonesa.

Marcelo passou um ano com bolsa no país do sol nascente(foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press)
Marcelo passou um ano com bolsa no país do sol nascente (foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press)
A bolsa, de cerca de R$ 4.500, era suficiente para Marcelo viver com conforto por lá. “E até sobrava dinheiro.” O programa Japanese Studies Students, do qual Marcelo participou, abre inscrições para alunos brasileiros entre fevereiro e março de cada ano. Podem participar estudantes de letras-japonês, além de descendentes de japoneses em qualquer campo de estudo.

Há ainda outros programas de bolsa oferecidos pelo governo japonês. As datas de inscrições de 2019 já passaram, mas as oportunidades são abertas novamente a cada ano. É possível saber mais informações no site

Evento chega à segunda edição

Diretor da Assessoria de Assuntos Internacionais (INT/UnB), Virgílio de Almeida explica que essa é a segunda edição da programação sobre internacionalização. “São dois eventos simultâneos bianuais. Então, a primeira edição foi em 2017. O objetivo da feira é aproximar dos estudantes nossos parceiros, que são representantes de instituições internacionais que recebem nossos alunos em intercâmbio”, explica.

O diretor da INT/UnB, Virgíliio de Almeida(foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press)
O diretor da INT/UnB, Virgíliio de Almeida (foto: Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press)
 “Assim, os alunos da UnB, que podem concorrer a editais de mobilidade acadêmica duas vezes por ano, têm a chance de conversar diretamente com os parceiros para saber mais informações e oportunidades”, diz. Virgílio admite que as oportunidades de bolsa são escassas, mas a INT/UnB está se esforçando para ampliar isso. “São pouquíssimas bolsas, estamos tentando firmar alguns convênios com instituições para trocas de bolsas”, informa.

“Na maior parte das oportunidades, o aluno da UnB é isento de taxas na universidade e pode ter algum auxílio de moradia mais em conta, mas geralmente ficam com por conta dele as passagens, a hospedagem e a alimentação. O mesmo ocorre com os estudantes de fora que vem para a UnB”, afirma. 

INT/UnB também presta assessoria aos visitantes da feira (foto: Audrey Luiza/Secom UnB)
INT/UnB também presta assessoria aos visitantes da feira (foto: Audrey Luiza/Secom UnB)

Internacionalização em foco

“Já o fórum também é aberto ao público, mas os temas debatidos são mais abrangentes, relacionados à internacionalização da educação superior. É algo que vai ter mais apelo para quem estuda ou trabalha com isso, não é algo que atraia tanto os estudantes em si”, ressalva Virgílio de Almeida, diretor da INT/UnB. Com relação ao nível de internacionalização da Universidade de Brasília, o docente percebe avanços ao longo do tempo.

Um exemplo é a existência e o aumento de disciplinas ofertadas em inglês. “Existem iniciativas isoladas de alguns professores, mas há alguns cursos mais consolidados em inglês — particularmente na Faculdade do Gama, onde os cursos são bem internacionalizados”, ressalta. “Lá o corpo docente é largamente composto por estrangeiros, então alguns professores ministram aulas em inglês.”

Participe!

Confira a programação completa do 2º Fórum & Feira de Internacionalização da Universidade de Brasília (UnB) no site

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
As regras do jogo para a redação do Enem 10:32 - 18/09/2019 - Compartilhe

As regras do jogo para a redação do Enem

publicidade
UDF realiza Feira de profissões 15:02 - 17/09/2019 - Compartilhe

UDF realiza Feira de profissões

publicidade
publicidade
Confira live de ciências humanas do Enem 13:40 - 16/09/2019 - Compartilhe

Confira live de ciências humanas do Enem

MEC lança site da carteirinha digital 11:22 - 16/09/2019 - Compartilhe

MEC lança site da carteirinha digital

A vez da turma de humanas 07:00 - 16/09/2019 - Compartilhe

A vez da turma de humanas

publicidade
Agora é outra história 07:00 - 16/09/2019 - Compartilhe

Agora é outra história

Análise crítica em geografia e história 07:00 - 16/09/2019 - Compartilhe

Análise crítica em geografia e história

Live de ciências humanas hoje (16) 07:00 - 16/09/2019 - Compartilhe

Live de ciências humanas hoje (16)

Para maratonar o Enem 07:00 - 16/09/2019 - Compartilhe

Para maratonar o Enem

publicidade