Publicidade

Correio Braziliense

Estudantes de enfermagem produzem mídia educativa sobre dengue

Com mais de 32 mil pessoas diagnosticadas, vídeos, podcasts e posts buscam conscientizar população


postado em 04/06/2020 14:06 / atualizado em 04/06/2020 15:04

Estudantes de enfermagem da Escola de Superior de Ciências da Saúde (Escs) alertam população por meio de mídicas educativas lúdicas(foto: Breno Esaki/Agência Saúde)
Estudantes de enfermagem da Escola de Superior de Ciências da Saúde (Escs) alertam população por meio de mídicas educativas lúdicas (foto: Breno Esaki/Agência Saúde)
A população do Distrito Federal precisa se manter alerta quanto ao aumento de casos de dengue em meio à pandemia do novo coronavírus. Pensando nisso, estudantes de enfermagem da Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) produziram vídeos, podcasts e posts informativos para informar as pessoas de forma lúdica e criativa.

 

Para que o material fosse divulgado, um canal no YouTube e uma página no Instagram foram criados. As redes sociais serão utilizadas para a educação em saúde da comunidade local. A ideia é abastecê-los com novos conteúdos à medida que forem produzindo mais material.

 

Os protagonistas das atividades são oito estudantes de enfermagem, que participam da construção e divulgação da iniciativa. Cada dupla se responsabilizou pela criação de uma ferramenta educativa.

As vídeos-animação foram produzidas pelas estudantes Dara Emanuela Lopes, 20 anos, e Katrine de Souza, 22. Segundo elas, mesmo nesse tempo difícil de isolamento, é possível usar a tecnologia para fins educacionais.

 

“Fico feliz em poder ajudar com a disseminação de informações sobre uma doença importante como a dengue, que acabou sendo deixada de lado pela mídia e pela população”, afirma Dara. “Não podemos esquecer dos cuidados com a dengue nesse momento”, completa.

 

“Com foco e vontade tudo é possível, acredita Katrine. Para a estudante, a fórmula também ajuda a disseminar conhecimento para a comunidade. “Sou uma estudante da metodologia ativa e uso isso ao meu favor nesses tempos difíceis de pandemia”, declarou Katrine.

 

Foram responsáveis pelo podcast os estudantes Caio Felipe e Isabela Alencar. Já o post informativo foi feito por Amanda Oliveira e Valéria Slongo, enquanto o vídeo-entrevista foi produzido por Tiago Estrela e Lorena Silva.

Idealização

A proposta surgiu de uma aula on-line. Com a suspensão das atividades educativas presenciais, os docentes precisam pensar em uma nova estratégia de aprendizagem por meio de atividades remotas. “Considerando a problematização, método utilizado em nossa prática, observamos a realidade e nos deparamos com o crescimento exponencial da dengue em nossa cidade”, explica a docente e enfermeira Paôla Silva.

 

No primeiro encontro com os estudantes por videoconferência, a docente conta que os observou um pouco desmotivados e apreensivos com este tempo atual de confinamento e incertezas. “Isto me inspirou ainda mais a pensar em atividades interativas, motivacionais e ao mesmo tempo que preparassem o estudante para o cenário de prática”, ressaltou.

Serviço

Instagram: @divulguescs

Youtube: Escs Enfermagem em Ação

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade