Publicidade

Correio Braziliense

Governador do DF autoriza a reabertura das escolas e faculdades

Volta às aulas começa pela rede particular em 27 de julho e, em 3 de agosto, para o ensino público. Funcionamento das creches continua suspenso


postado em 02/07/2020 13:23 / atualizado em 02/07/2020 15:43

Em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), publicada na manhã desta quinta-feira (2/7), o governador Ibaneis Rocha (MDB) autorizou a volta das aulas presenciais em instituições públicas e particulares de todo Distrito Federal. A medida vai da educação básica até o ensino superior.

Governador quer reabertura completa até agosto(foto: Renato Alves / GDF)
Governador quer reabertura completa até agosto (foto: Renato Alves / GDF)
"Ficam liberadas as atividades educacionais presenciais nas escolas, universidades e faculdades da rede pública e particular, devendo ser observados os protocolos e medidas de segurança estabelecido no art. 5º e no Anexo Único deste Decreto", diz o documento.


No anexo também consta uma série de medidas de segurança como distância de dois metros entre pessoas, aferição de temperatura e higienização dos espaços liberados. 


Como já adiantado pelo Correio na quarta-feira (1/7), o governador está decidido a reabrir todo DF até agosto. Entretanto Ibaneis tem sido questionado pelos riscos a saúde que isso acarretar.

Preparação para o retorno 

Com relação às escolas, as datas planejadas para a volta física são 27 de julho para a rede particular e 3 de agosto para a rede pública, de modo escalonado. 

No caso dos colégios públicos, a informação é que, na primeira semana, retornam os alunos do ensino médio — que, até mesmo pela idade, podem ter mais consciência e facilidade de seguir regras como ficar mais afastados dos colegas.

A partir da semana seguinte, a ideia é que os estudantes dos outros níveis retornem em levas divididas por idades.

Entidades como o Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), o Sindicato dos Professores em Estabelecimentos particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinproep-DF) e a Associação de Pais de Alunos das Instituições de Ensino do Distrito Federal (Aspa-DF) já declararam serem contra o retorno nas datas pensadas pelo governador

Por outro lado, o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinepe-DF) informou estar de acordo com esse plano. Até porque o Sinepe preparou um protocolo para recomendar ao governo que previa a retomada até antes disso, em 20 de julho. Inicialmente, a gestão de Ibaneis foi elogiada pela prudência ao lidar com a pandemia.

Ultimamente, porém, há críticas com relação a seguir com o plano de reabertura no momento em que Brasília chega a um dos momentos mais críticos da crise e o próprio governador declarou estado de calamidade pública, com a capacidade de leitos para pacientes com covid-19 até questionada judicialmente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
Renapsi oferece 48 vagas de jovem aprendiz 18:03 - 02/08/2020 - Compartilhe

Renapsi oferece 48 vagas de jovem aprendiz

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade