Ensino_EnsinoSuperior

Morre, aos 74 anos, Adilson Péres, filho de um dos fundadores do UniCeub

Morte do advogado foi constatada após uma parada cardíaca. Ele será cremado na quarta-feira (22/7)

Thais Umbelino
postado em 21/07/2020 19:27
Adilson Péres foi fundador do Ceub Esporte ClubeO advogado e ex-diretor administrativo do Centro Universitário de Brasília (UniCeub) Adilson Péres, 74 anos, morreu em casa na madrugada desta terça-feira (21/7), devido a uma parada cardíaca. Segundo familiares, ele chegou a ser atendido pelos médicos, mas não resistiu. Filho de Alberto Péres -um dos fundadores do UniCeub, que morreu em 2015, aos 94 anos - Adilson deixa seis filhos, 12 netos e a mulher, Thamis Peres, com quem foi casado por mais de 30 anos. O corpo será cremado nesta quarta-feira (22/7), por volta das 15h, no crematório de Valparaíso.

Além da paixão pela advocacia, Adilson era amante do futebol. Em 1968, fundou o Ceub Esporte Clube. As atividades encerraram em 1976. Segundo o primo Jésus Péres, 74, perserverança foi o principal sentimento que motivou Adilson a fundar o time. "Era uma pessoa que estava sempre vendo na frente, alguém perseverante, que colocava uma ideia na cabeça e não desistia de forma nenhuma;, relata.
Outra característica marcante de Adilson era a facilidade em fazer amigos. "O seu entusiasmo, a sua experiência e a sua facilidade em conquistar amizades me cativou muito durante os 15 anos que trabalhamos juntos no Ceub, não só como primo, mas também como grande admirador do futebol;, declara o jornalista Dalmo Péres.
Nascido em Pouso Alegre, no interior de Minas Gerais, Adilson se mudou para a capital em 1959, com a família. Na capital, atuou como diretor administrativo do UniCeub e como advogado por mais de 35 anos. Em outubro, ele faria 75 anos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação