Consultório de português 2

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/03/2009 09:10

Queria dicas para tornar o uso da crase mais fácil. Tenho muitas dúvidas, sobretudo no caso do verbo ir. Pode me ajudar? Raquel Alves, 20 anos, estudante do 4º semestre de psicologia na Católica Raquel, a crase não foi feita pra humilhar ninguém. Mas dá nó nos miolos. Como desatá-lo? É fácil como andar pra frente. Siga este roteiro: Primeiro passo: desvende o segredo do acentinho Crase é como aliança no anular esquerdo. Avisa que estamos diante de ilustre senhora casada. A preposição a se encontra com outro a. Pode ser artigo ou pronome demonstrativo. Os dois se olham. Sorriem um pro outro. O coração estremece. Aí, não dá outra. Juntam os trapinhos e viram à. Segundo passo: descubra se existem dois aa Para que a duplinha tenha vez, duas condições se impõem. Uma: estar diante de palavra feminina. A outra: estar diante de vocábulo que peça a preposição a. É o caso do verbo ir: Vou à piscina do clube. Ir pede a preposição a (quem vai vai a algum lugar). O substantivo piscina se usa com artigo (a piscina não é aquecida). Resultado: a + a = à. Terceiro passo: apele para o macete Na dúvida, recorra ao tira-teima. Substitua a palavra feminina por uma masculina. Não precisa ser sinônima, mas precisa ser do mesmo número (singular ou plural). Se no troca-troca der ao, não duvide. É crase certa: Vou à piscina. Vou ao clube. O cão é fiel à dona. O cão é fiel ao dono. Quanto à questão nada posso informar. Quanto ao problema, nada posso informar. É isso, Raquel. Aplique o macete. Com ele, a alternativa é uma só %u2014 acertar ou acertar. Vá em frente. Tenho uma dúvida sobre a reforma ortográfica. Trata-se dos ditongos. Que ditongos perderam o acento? Gabriel Abreu, 16 anos, estudante do 4º semestre de psicologia da Católica Abra os olhos, Gabriel. Só os ditongos abertos ei e oi perderam o grampinho. Mas ele se foi nas paroxítonas. As oxítonas e os monossílabos tônicos continuam como dantes no quartel de Abrantes. Compare: ideia, assembleia, geleia, joia, boia, apoia, heroico. Mas: papeis, coronéis, herói, constrói, lençóis, dói. Moleza, não?