MEC recorre da decisão da Justiça Federal no Ceará sobre redação do Enem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/01/2012 12:00

O Ministério da Educação (MEC) entrou com recurso da decisão da Justiça Federal do Ceará, que determinou acesso ao espelho de correção das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 a todos os alunos que fizeram a prova. O pedido foi protocolado nesta sexta-feira (20), pelo procurador regional federal na 5ª região, Renato Rodrigues Vieira.


O recurso foi apresentado à presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), em Pernambuco, e não tem prazo legal para ser julgado. No entanto, de acordo com a Assessoria de Imprensa do TRF-5, espera-se que o prazo mínimo seja de cinco dias, devido à urgência do assunto.

A decisão da Justiça Federal, divulgada no último dia 17, também garantia aos candidatos o direito de pedir revisão administrativa das redações, e utilizar a nova nota eventualmente obtida no resultado do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) deste ano.

Leia mais

MEC só aplicará uma prova do Enem este ano

MEC recorre da decisão da Justiça Federal no Ceará sobre redação do Enem

Haddad descarta Enem em abril

AGU recorre de decisão judicial que garante acesso às redações do Enem

Justiça Federal do Rio nega direito de vistas à redação

Exigência de acesso à redação do Enem pode prejudicar possível realização de nova prova em abril, diz Haddad

Mercadante fala como novo Ministro da Educação e elogia gestão de Haddad

Inep não se preparou tecnologicamente para conceder cópia da correção da redação do Enem, diz ministro

MEC deve recorrer contra a decisão que garante acesso à redação do Enem

Colégio Christus diz que confia na honestidade de seus funcionários acusados pela PF de vazamento de teste do Enem

Com nota mínima de 400 pontos, aluno pode solicitar certificado

Justiça Federal no Ceará dá acesso à redação do Enem 2011 para todos os candidatos

Polícia Federal indicia dois funcionários de colégio Christus por vazamento de questões do Enem

Outros alunos correm o risco de terem questões do Enem anuladas

Fundação que aplicou pré-teste do Enem facilitou vazamento